fbpx
JornalCana

Crise ameaça setor açucareiro no Nepal

Produtores do distrito de Sarlahi no Nepal, foram forçados a venderem suas colheitas de cana-de-açúcar para usinas indianas por um preço inferior, já que usinas locais se encontram incapazes de comprá-las, de acordo com o portal de notícias online ekantipur.com, do Nepal.
Agricultores disseram que 60 tratores, carregados de cana, tem ido para a Índia diariamente, e recebem NPR392 (4,06 dólares) por uma quantidade equivalente a 60kg, o que seria NPR91 (0,9 centavos de dólar) a menos, pela mesma quantidade, se comparado ao mesmo período no ano passado.

A situação do setor açucareiro do país está enfrentando sérias dificuldades, existem duas usinas de açúcar, a Indu Shankar e a Annapurna em Sarlahi. De acordo com notícias veiculadas na imprensa do país, centenas de agricultores fazem fila em frente a  estas empresas, para venderem sua cana-de-açúcar, sem sucesso, dia após nepal canedia. Os agricultores disseram que não tinham outra opção a não ser venderem sua cana para usinas indianas. “Não temos outra alternativa, ou deixamos nossas colheitas secarem nos campos ou  as vendemos para usinas indianas a um preço mais baixo, já que muito se perde com os custos de transporte” , disse Ajit Singh , um fazendeiro local à ekantipur.com.
Os agricultores têm reclamado da falta de legislação do setor e que os donos das usinas se aproveitam da ausência de um preço-base, e obrigam os agricultores a venderem suas colheitas a preços mais baratos .
Enquanto isso, a produção vem crescendo ligeiramente a cada ano. O Nepal produziu 2,93 milhões de toneladas de cana em 2012 , a partir dos 2,71 milhões de toneladas de 2011. A terra sob cultivo de cana aumentou para 64.472 hectares em 2012 a partir de 62.998 hectares em 2011, de acordo com estatísticas do governo.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram