fbpx

Cotações do açúcar cristal continuam em alta em São Paulo

Já para o etanol, preços apresentaram queda nas últimas semanas

Foto: Arquivo

Apesar da demanda ainda não mostrar sinais de aquecimento, as cotações do açúcar cristal estão firmes no mercado spot de São Paulo. Os valores de venda em alta foram fundamentados no recente aumento dos preços internacionais do demerara.

Esse cenário, atrelado à taxa de câmbio elevada, favoreceu o aumento das exportações, reduzindo a oferta doméstica. Assim, de 29 de junho a 3 julho, a média do Indicador CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, foi de R$ 76,21/saca de 50 kg, alta de 0,34% em relação à anterior (de 22 a 26 de junho, de R$ 75,95/saca de 50 kg).

LEIA > Profissional da Adecoagro dá detalhes sobre como transformar uma unidade em Usina 4.0

Já para o etanol, os primeiros três meses da temporada 2020/21 fecharam com baixas expressivas nos preços médios do biocombustível no estado paulista.

Mesmo com uma reação registada em junho, a situação continua sendo que o valor médio de abril a junho deste ano do etanol hidratado recuou fortes 18,4% na comparação com o mesmo período de 2019, em temos reais. Foram considerados os Indicadores CEPEA/ESALQ mensais e todos valores foram deflacionados pelo IGP-M de junho/20.

No caso do etanol anidro, a desvalorização foi ainda mais significativa no mesmo comparativo, de 19,7%. “A pressão no trimestre avaliado veio da queda bastante acentuada na demanda interna por combustíveis, reflexo das medidas de isolamento impostas por governos municipais e estaduais, diante da pandemia da COVID-19”, esclarece o Cepea.

LEIA > Como a Usina Pitangueiras usa inteligência artificial para otimizar a extração na moenda

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

dezoito − sete =

X