JornalCana

Cotações agrícolas voltam a cair no mercado paulista

O índice de preços recebidos (IPR) pelos produtores paulistas, pesquisado pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) – vinculado à Secretaria de Agricultura do Estado – encerrou a primeira quadrissemana de fevereiro com variação negativa de 1,9%. Foi a quinta variação negativa consecutiva do indicador, mas em relação ao fechamento de janeiro houve ganho de 0,09 ponto percentual. Para o acumulado do mês, Nelson Batista Martin, diretor do IEA, estima baixa em torno de 1%. Confirmada a expectativa, será a segunda retração mensal seguida.

A queda do início do mês foi determinada por desvalorizações médias no grupo de produtos de origem vegetal (1,33%) e entre os produtos de origem animal (2,94%), e em ambos os casos a tendência é que os preços ao produtor encerrem fevereiro em terreno negativo. Na primeira quadrissemana do mês, a maior baixa entre os vegetais foi a do tomate (22,5%), motivada pelos problemas de abastecimento causados pelas chuvas. A mais expressiva queda entre os animais foi a do leite (6,38%), cujo mercado atravessa uma crise que aumentou com os problemas financeiros da Parmalat.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram