fbpx

Cosan: “Transporte de açúcar pela hidrovia é viável”

Transporte de açúcar em contêineres pela hidrovia pode significar redução de custos na ordem de 50%

O coordenador do departamento de logística do Grupo Cosan Rogério Cortellazzi destacou que nos primeiros testes efetuados pelo grupo para o transporte de açúcar tipo exportação da Usina FBA/Univalem , em Valparaíso, até o Porto de Santos, através da hidrovia Tietê-Paraná, os resultados operacionais se mostraram viáveis. “Ainda restam outras análises, dentre elas a análise de custos da manobra, mas de qualquer forma operacionalmente o transporte pela hidrovia se mostrou viável”, disse Cortellazzi.

A primeira fase de testes promovida pela Cosan utilizando-se do Porto Fluvial de Araçatuba ocorreu na segunda quinzena de dezembro e movimentou todo o setor de logística do grupo, transportando da FBA/Univalem mais de 2,4 mil toneladas de açúcar. “O teste inicial envolveu as unidades Diamante (Jaú) e FBA/Univalem, além de cinco chatas que formaram um comboio com 80 contêineres, 12 caminhões especiais para o transporte de contêineres e um guindaste instalado no Porto Fluvial de Araçatuba. A grande novidade do teste foi a embarcação de açúcar a granel, além de ser a primeira experiência do gênero no Brasil”, disse Cortellazzi.

Da Usina Diamante em Jaú os contêineres com açúcar serão transportados até o Porto de Santos através de rodovias. Graças a estudos preliminares o Grupo Cosan acredita que utilizando-se da hidrovia conseguirá uma redução em termos de quilometragem de transporte na ordem de 50%.

Os estudos demonstram que para transportar as 2,4 mil toneladas de açúcar de Valparaíso para Santos seriam necessários 88 carretos com caminhões com capacidade de até 27 toneladas de açúcar, que percorreriam uma distância de cerca de 680 quilômetros cada até o Porto, a um custo médio de R$ 65 por tonelada transportada, que daria um frete na ordem de R$ 156 mil. Depois de concluído o teste serão computados quais os custos do transporte pela hidrovia.

Para acompanhar os testes efetuados pela Cosan o secretário de transportes do Estado Dario Rais Lopes esteve visitando Araçatuba no dia 19 de dezembro, ocasião em que anunciou investimentos junto a hidrovia para torná-la mais utilizada.

Especialistas em logística que estiveram presentes na fase de testes da Cosan afirmam que o transporte de açúcar pela hidrovia poderá gerar uma redução de custos de até 50%.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X