JornalCana

Cosan: de uma usina de cana para uma das maiores holdings do país

Rubens Ometto relembra a trajetória da companhia que começou com uma usina em Piracicaba e hoje controla a Raízen, Rumo, Compass e Moove

“Começamos com a cana-de-açúcar e hoje somos líder diversos segmentos”, disse Rubens Ometto, presidente do Conselho Administrativo da Cosan, holding que além da gigante do setor bioenergético Raízen, a maior empresa de etanol de cana-de-açúcar do mundo, controla também a Rumo, Compass e Moove.

Ometto atribui essa trajetória de sucesso, a uma característica que ele considera fundamental na gestão de negócios: o inconformismo.

LEIA MAIS > Rubens Ometto: protagonista de uma história de sucesso

“O segredo é sempre o espírito de ser inconformista. O sucesso vem das pessoas que não se conformam e lutam para vencer, para superar os sistemas e atingir seus objetivos finais. É não se acomodar e encontrar a melhor forma de progredir”, comentou o presidente do Conselho da Cosan, que no ano passado inclusive, publicou o livro: “O inconformista: A trajetória e as reflexões do empresário que fez da Cosan um dos maiores sucessos corporativos do Brasil”.

Na segunda-feira última, dia 12, o empresário participou de um painel de discussões da premiação “Maiores & Melhores” onde a Cosan foi contemplada com o título de empresa do ano, e falou um pouco sobre a trajetória de sucesso da holding.

Ruben Ometto reforçou que o bom desempenho da Cosan no último ano, se deve ao espírito inconformista que cerca todas as camadas da empresa que comanda.

LEIA MAIS > Eletrificação cresce no mercado automotivo com vantagem para os híbridos flex a etanol

“Acreditamos no país em que atuamos. Por isso, buscamos parcerias e aplicamos todas as conformidades da ESG. Os resultados disso são maravilhosos. Não só no bem-estar dos funcionários, mas também do que a gente leva para os consumidores. Como consequência, há ainda mais benefícios que chegam em toda a operação da empresa”.

Ele acrescentou, ainda, que o principal caminho para progredir ao longo do tempo e perpetuar a empresa na história do mercado é um trabalho a ser feito em conjunto.

“Nenhum sistema é melhor que os homens que o compõem. A qualidade das pessoas que trabalham com você é importantíssima, são elas que fazem o sucesso. As pessoas têm que trabalhar naquilo que elas gostam, isso muda o jogo. Tive a sorte também de ter sócios muito importantes, a Exxon mobil e a Shell, para escolher bem os executivos que trabalham conosco”, completou o executivo.

LEIA MAIS >  Usina Santa Lúcia obtém importante redução no consumo de vapor e água de make up

Ometto relembrou a origem da Cosan, que teve início em 1930, quando a família comprou a Usina Costa Pinto, em Piracicaba – SP.  “Hoje somos líderes em diversos setores”. A Raízen atua na produção de etanol e açúcar, além da distribuição de combustíveis, com mais de 7.900 postos de abastecimento, e lojas de conveniência, com as redes Select e Oxxo.

A Rumo atua em transporte ferroviário e terminais, com 13.500 quilômetros de linhas ferroviárias, e é fruto da fusão com a ALL. A Compass é a empresa da Cosan para o setor de gás e inclui as distribuidoras Comgás (a maior do país), Sulgás e Commit (antiga Gaspetro). E a Moove atua na produção e venda de lubrificantes.

LEIA MAIS > Parceria envolvendo a Raízen disponibilizará 200 carros elétricos para motoristas de aplicativo

O principal papel da Cosan é enxergar formas de fazer esse portfólio crescer ainda mais, sem perder o DNA do grupo.  Só no ano passado, o crescimento foi de mais de 50%, e a receita saltou de 75,2 bilhões de reais em 2020 para 113 bilhões de reais em 2021, incluindo aí os 50% da Raízen. Contribuiu para o resultado a abertura de capital da Raízen, em agosto do ano passado, um negócio de 6,9 bilhões de reais, o maior de 2021.

 

 

 

 

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram