fbpx

Coruripe investe em caldeira para processar 250 toneladas de vapor por hora

Equipamento é para a unidade matriz em Alagoas

Tanques de armazenagem de etanol em Iturama (MG) (Foto: Divulgação)

A Usina Coruripe investe na implantação de nova caldeira na unidade matriz, localizada em Coruripe (AL).

A companhia controla outras três unidades produtoras, localizadas em Minas Gerais.

A nova caldeira é uma unidade de geração de vapor no modelo TSG, com capacidade para processar 250 toneladas de vapor hora (Tvh).

Os investimentos na caldeira são de R$ 24 milhões.

Isso corresponde à pressão de operação de de 21 quilograma-força por centímetro quadrado (kgf/cm2)  a 320 graus Celsius.

Caldeira preparada

Ela é preparada para uma operação futura com pressão superior a 21 kgf/cm2.

A fabricante da caldeira é a Triniton, segundo a assessoria da Coruripe.

 

Leia também: 

Por safra mais produtiva grupos e usinas do Nordeste serão premiados

Custeio agrícola

Segundo a Coruripe, também são investidos R$ 40 milhões em linhas de custeio agrícola na unidade matriz.

O valor do investimento, que soma os R$ 24 milhões da nova caldeira, foi obtido por meio de linha de crédito junto ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

O prazo de amortização é de cinco anos.

Em nota, o presidente da Usina Coruripe, Mario Lorencatto, destaca que cerca de 25% do valor já foi utilizado.

De todo modo, a expectativa é de concluir os investimentos até agosto deste ano.

“Investir em uma nova caldeira vai conferir melhor eficiência para solucionar as demandas relacionadas ao calor, eletricidade e energia mecânica”, declara.

Por sua vez, o valor destinado para o custeio agrícola inclui despesas com insumos, tratos culturais, colheita na lavoura, produção de mudas, entre outras.

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

sete + 3 =

X