fbpx

Consumo em São Paulo cresceu 6,2% em junho

A indústria paulista consumiu em junho 11,7% mais energia elétrica que o total consumido no mesmo mês do ano passado. O índice confirma o papel de destaque que a indústria vem tendo na retomada do consumo no setor energético paulista. O consumo total em junho cresceu 6,2% em relação a junho de 2003. No acumulado do primeiro semestre, a energia elétrica total consumida no estado está 4,7% acima do verificado no mesmo período do ano passado. Nos últimos doze meses, o consumo aumentou 4,8%. O consumo per capita no segmento residencial no acumulado de janeiro a junho foi de 176,9 kWh. O número é bem inferior aos 224,5 kWh verificados antes da crise do racionamento, em 2001. Os segmentos industrial e comercial, ao contrário, aumentaram o consumo médio.

Com isso, a indústria, que representava 43,1% do consumo de energia em 2000, neste ano está com índice de 44,9%. A participação do comércio, por sua vez, passou de 17,1% em 2000 para 17,8% neste ano. O consumo residencial representava 28,1% do mercado em 2000 e atualmente está em 25,7%.

Segundo Ricardo Lima, diretor comercial da Eletropaulo, empresa que detém 33% da energia distribuída em São Paulo até o mês de março deste ano, os números de junho do mercado paulista demonstram a sustentação da retomada no consumo pela indústria. “O setor industrial continua puxando a retomada de forma consistente”, afirma o executivo.

De acordo com Lima, ainda há um forte impacto dos setores exportadores sobre o consumo industrial, mas os números já refletem também a retomada no mercado interno. Segundo o diretor, o desempenho relativamente ruim da área comercial nos últimos meses foi influenciado pelas baixas temperaturas, que faz com que o uso de ar condicionado seja menor.

“O consumo do setor comercial tem forte participação de supermercados e shoppings”, diz Lima.

Segundo ele, a expectativa é que o consumo de energia pela indústria mantenha os índices de crescimento e que o comércio aumente o consumo nos próximos meses. Lima afirma também que as previsões de consumo da Eletropaulo estão de acordo com os números verificados no mercado. Portanto, não haverá necessidade de revisão no planejamento para este ano.

Mercado de gás canalizado

O volume de gás natural distribuído pelas três concessionárias que atuam no estado de São Paulo cresceu 16,3% no primeiro semestre de 2004 em relação ao mesmo período do ano passado. No segmento industrial, que representa 80,4% do mercado paulista de gás canalizado, o crescimento do consumo nos seis primeiros meses deste ano foi de 18,2%.

O consumo médio na indústria paulista foi de 278,1 mil m³ no período. O setor automotivo, que responde por 10% do mercado de gás natural no estado, teve um crescimento de 34,1% no primeiro semestre, e o segmento residencial, com participação de 2,6%, teve aumento de 20,3% no período.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X