JornalCana

Consumo de etanol hidratado dispara: em janeiro, um terço dos veículos flex foram abastecidos com o biocombustível

Crescimento de 68% no consumo de etanol e queda na demanda por gasolina C refletem mudança de preferência dos consumidores

(Foto Agência Brasil)

No decorrer de janeiro, dados preliminares divulgados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) sinalizaram um aumento expressivo no consumo de etanol hidratado no território brasileiro. O incremento, que atingiu a marca de 68,0% em comparação ao mesmo período do ano anterior, reflete uma mudança significativa nos hábitos de abastecimento dos consumidores.

Este movimento é corroborado pelo Relatório VIP da consultoria DATAGRO, que aponta uma queda de 3,1% na demanda por gasolina C, misturada com 27% de etanol anidro. Esses dados indicam uma clara preferência pelo biocombustível entre os proprietários de veículos flex.

LEIA MAIS > RenovaBio: aprovada revisão de resolução para incluir operação na emissão de CBIOs

A análise do mercado de combustíveis do Ciclo Otto revela que a participação do etanol, abrangendo tanto o hidratado quanto o anidro, atingiu o patamar mais alto desde abril de 2021, alcançando 45,6% no primeiro mês de 2024. Vale ressaltar que o etanol hidratado sozinho representou 25,5% desse volume total.

Um aspecto especialmente relevante é a proporção de veículos flex abastecidos com etanol hidratado. Estimativas da DATAGRO indicam que aproximadamente 30,0% da frota de carros flex no Brasil optou por esse combustível em janeiro, um aumento notável em relação aos 19,2% registrados no mesmo período do ano anterior.

Esse cenário reflete não apenas uma mudança nos padrões de consumo, mas também uma crescente conscientização em relação aos benefícios ambientais e econômicos do etanol como alternativa aos combustíveis fósseis.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram