fbpx

Conselho Europeu apóia mudanças no programa de cotas para açúcar

Os ministros da Agricultura da União Européia aceitaram as propostas para mudar o sistema de reestruturação criado pelo bloco para reduzir a safra de açúcar dos países do bloco a níveis sustentáveis. Através do sistema de reestruturação, a UE oferece apoio financeiro para os produtores que renunciarem a cota de produção do bloco europeu.

A proposta inclui a mudança do percentual pago aos produtores e empresas. De acordo com o comunicado do conselho, os produtores de beterraba também poderão solicitar diretamente à UE o apoio.

O número de produtores que recorreram ao esquema de reestruturação ficou bem abaixo do esperado nestes primeiros anos do programa. A comissão estimava que os produtores deixariam de produzir cerca de 3,8 milhões de toneladas de açúcar, além dos 2,2 milhões de toneladas referentes aos produtores que renunciaram suas cotas de produção até o momento. Se a adesão ao esquema proposto pelo bloco até 2010 for insuficiente, a comissão fará cortes obrigatórios na cota de produção de açúcar.

“Acredito que as mudanças sobre as quais houve acordo hoje irão encorajar muito mais empresas a desistirem de sua cota (de produção de açúcar)”, declarou a Comissária Agrícola da UE, Mariann Fischer Boel. “Eu insisto para que elas aproveitem essa chance”. Ela acrescentou que a vida dos produtores de açúcar se tornará mais difícil com a diminuição do subvenção oferecida pelo bloco. “E depois de 2010, não haverá nenhum dinheiro para ajudar os produtores que têm que deixar o setor”. As informações são da Dow Jones.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X