fbpx

Conheça Renata Isfer, a nova secretária de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia

Ela substitui Márcio Felix

Procuradora federal, Renata Isfer está à frente do MME em programas como o RenovaBio (Foto: Divulgação)

Renata Beckert Isfer é a nova nova secretária de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia (MME).

Sua nomeação foi publicada na edição desta quinta-feira (17/10) do Diário Oficial da União.

É a segunda mulher a ocupar a Pasta.

Ela substitui Márcio Felix, que ocupou por duas vezes o cargo: nos governos Michel Temer e de Jair Bolsonaro.

Mas quem é Renata, que também atenderá o setor sucroenergético em gestões ligadas ao Ministério de Minas e Energia?

Ela é procuradora federal.

Trabalhou por 12 anos na Advocacia-Geral da União (AGU).

Já ocupava interinamente a Secretaria desde a saída de Felix no começo de setembro.

E desde de 21 de janeiro deste ano atuava como secretária-adjunta de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério.

Desde 2016, Renata prestava consultoria jurídica para o MME.

 

Leia também:

Principais grupos e usinas participam de premiação internacional em São Paulo

 

Cessão Onerosa

A nova secretária, junto com o secretário-executivo adjunto, Bruno Eustáquio, coordenou o processo de revisão do contrato de Cessão Onerosa.

Também está à frente da realização do Leilão dos Volumes Excedentes da Cessão Onerosa, que ocorrerá no próximo dia 06 de novembro.

Desde o início do ano, como secretária-adjunta, Renata atua na execução de projetos do Ministério para o setor, como o RenovaBio, em vigor a partir do fim de dezembro.

Renata é mestranda na área de Direito, Políticas Públicas e Desenvolvimento Econômico pelo Uniceub.

Desenvolve sua dissertação na área de gás natural, aplicando princípios da Análise Econômica do Direito.

Renata Isfer também é conhecida pela sua atuação na promoção da equidade de gênero.

Após participar do curso Women and Power na Harvard Kennedy School, lançou o Projeto “Sim, elas existem.”

O projeto incentiva a maior participação de mulheres no setor energético e de mineração.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X