fbpx

Conheça Eliandro Romani, novo diretor da Usina Nardini

Ele acaba de assumir a diretoria agroindustrial

A Nardini Agroindustrial Ltda. oficializa Eliandro de Jesus Romani como novo diretor da empresa, que controla unidade produtora em Vista Alegre do Alto (SP).

Romani foi oficializado no cargo em 02/03 e entra para a empresa já certificada na Política Nacional de Biocombustíveis, o RenovaBio.

Clique aqui para mais informações sobre a certificação RenovaBio da Nardini.

O executivo assume a diretoria agroindustrial.

Leia também: 

Usina Nardini cria comitê para estudar impactos de lei de proteção de dados

Saiba mais sobre o novo diretor da Nardini

 

Eliandro de Jesus Romani, diretor agroindustrial da Nardini, é:

  • formado em Mecânica pela UNESP-Universidade Estadual de São Paulo,
  • possui pós-graduação em Engenharia de Produção, pela mesma instituição;
  • MBA em Gestão de Pessoas pela FGV e
  • MBA Executivo em Agronegócio pela USP/Esalq.

                                                                                                                            

 

“Escolhi a área de exatas devido à importância no seguimento agroindustrial, que hoje, é a principal atividade que contribuiu para sobrevivência de todos em escala mundial”, afirma Romani, em nota da Nardini   

 

 

34 anos de experiência no setor

 

O diretor possui 34 anos de experiência no setor sucroenergético.

Passou por diversas empresas de expressividade em operações industriais e agrícolas.

De acordo com Eliandro, seu foco de atuação se desenvolveu nas áreas de gestão de negócio, pessoas, segurança.

Com resultado em custos, mantendo a empresa atualizada tecnologicamente em termos de eficiência/eficácia e sinergia/integração entre as áreas.

Sua carreira teve início em 1985 na Zilor na área de operações industriais.

Em 2007 assumiu o desafio na gerência industrial.

Em 2016, atuou nas Usinas Itamarati na função de Diretor Agroindustrial.

Seu currículo inclui vivências nas empresas Equipav (Atual Madhu) e Odebrecht (ETH e Biocom – Angola).

Sobre sua expectativa em relação à Nardini, Eliandro se diz animado em atuar em uma empresa que cada vez mais ganha notoriedade devido a excelência de seus processos.

A Nardini é uma das usinas do setor sugroenergético em destaque por sua performance em processos e pessoas.

“Tenho como cultura pessoal, sempre buscar novas informações que possam complementar a prática e suprir as necessidades da empresa”, relata em nota.

“Quero contribuir com inovações que possam gerar ganhos em produtividade e rendimentos/sinergias, superando os resultados de forma a manter a Nardini sempre ao lado das melhores empresas do mercado.”

“Juntamente a toda diretoria e com o apoio do Conselho, nesta nova etapa da Nardini, teremos condições de realizar resultados assertivos a médio e longo prazo”, finaliza.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X