fbpx
JornalCana

Confira regiões de cana onde o florescimento deverá atacar mais

O florescimento gera perdas de até 5 quilos de ATR por tonelada
O florescimento gera perdas de até 5 quilos de ATR por tonelada

O Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), empresa de pesquisa que tem em seu bloco de controle as gigantes Raízen e Copersucar, alerta para alta na incidência de florescimento da cana-de-açúcar. O fenômeno, que provoca problemas de produtividade, deverá ser acentuado ao longo de 2016 em várias regiões canavieiras do País.

Leia mais: CTC dá mais um passo para abrir capital 

Conforme o CTC, a projeção de alta de florescimento ocorre a partir de dados meteorológicos com o fim do período de indução do florescimento no Centro-Sul em 26/03.

Levantamento da empresa de pesquisa atesta que o florescimento será registrado em alto grau em áreas canavieiras das cidades de Piracicaba, Pradópolis, Conceição das Alagoas, Goianésia, Mineiros e Rio Brilhante.

Já nas estações das cidades de Valparaíso, Jales e Qurinópolis a incidência de indução ao florescimento deverá ocorrer com maior ou menos propensão.

O CTC chegou às projeções de florescimento com a utilização dos seguintes dados: temperatura máxima e mínima diárias; precipitação e o número de dias com fotoperíodo favorável (de 12,5 a 12 horas), de acordo com modelo adaptado de Moore & Berding (2013) e confrontado com método proposto por Pereira et al (1985).

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram