fbpx

Confira os resultados da São Martinho na safra 19/20

Saiba como foram os saldos financeiros e de produção

A São Martinho S. A.  divulgou na segunda-feira (10/02) os resultados operacionais e financeiros do terceiro trimestre (3T20) da safra 2019/20.

Os dados computam também o desempenho do acumulado nos nove primeiros meses da 19/20.

JornalCana apresenta a seguir informações desse desempenho, a partir de dados da Empresa.

 

 Fluxo de Caixa Operacional = EBITDA Ajustado

– Capex de Manutenção

 

O EBITDA Ajustado totalizou R$ 541,4 milhões no 3T20 (+29,7%), com margem EBITDA Ajustada de 52,6%.

O aumento nominal do indicador reflete principalmente o maior volume de vendas de etanol (+17,0%),
açúcar (+11,8%) e energia (+36,7%).

No período, além do aumento do preço de comercialização de etanol (+6,6%) e energia (+13,9%) no trimestre;

  • EBIT Ajustado somou R$ 237,7 milhões no 3T20 (+50,7%), com margem EBIT Ajustada 23,1%.
  • O aumento do indicador decorre, principalmente, dos mesmos efeitos que impactaram positivamente o crescimento do EBITDA Ajustado;
  • Lucro Líquido somou R$ 342,9 milhões no 3T20, enquanto o Lucro Caixa somou R$ 366,5 milhões;
  • Fluxo de Caixa Operacional totalizou R$ 574,6 milhões no 9M20;
  • Crédito IAA (Direitos-Copersucar): crédito de R$ 349,1 milhões no 3T20, referente à 2ª parcela do 1º
    precatório e 1ª parcela do 2º precatório, com efeito líquido de R$ 230,4 milhões;

Fixação de açúcar avança

 

Em 31 de dezembro de 2019, as fixações de preço de açúcar para a safra 19/20 totalizavam o volume
de aproximadamente 374 mil tons.

Isso a um preço médio de R$ 1.232/ton – 100% da exposição para o 4T20.

Para a safra 20/21, cerca de 513 mil tons de açúcar já estavam precificadas a aproximadamente R$
1.263/ton.

 

Leia também:

Déficit de açúcar abre espaço para usinas do Centro-Sul ampliarem a produção em 5,5 milhões de toneladas

 

 

Desempenho financeiro

 

 

Destaques operacionais

Ao longo da safra 19/20 a Companhia processou 22,6 milhões de toneladas de cana-de-açúcar.

Trata-se de um aumento de 10,7% em relação ao volume de cana processado na safra anterior.

Por sua vez, houve reflexo no crescimento de 11,7% na produtividade média dos canaviais (TCH) no período.

Essa melhora reflete as melhores condições climáticas observadas durante a safra.

 

Clique aqui para acessar

PDF da Carta Financeira da São Martinho 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X