fbpx

Companhia de usinas de cana Raízen aposta em derivativos

A companhia sucroenergética Raízen Energia S.A., joint venture dos grupos Shell e Cosan, está liberada para investir em operações de derivativos. Saiba mais a seguir. 

Ometto, presidente do Conselho de Administração: sinal verde
Ometto, presidente do Conselho de Administração: sinal verde

A Raízen, que controla usinas de cana-de-açúcar no País, obteve aval dos integrantes de seu conselho de administração durante reunião.

Na ordem do dia do encontro estava deliberar sobre a ratificação da contratação, pela Companhia, de operações de derivativos.

Colocada em votação, a matéria obteve a deliberação, por unanimidade de votos e sem quaisquer restrições. Os conselheiros aprovaram a ratificação da contratação das seguintes operações de derivativos, realizadas pela Companhia com instituições financeiras.

Essas operações são por meio de instrumentos de confirmação registrados sob os seguintes códigos CETIP: 15E00135602; 15E00126787; 15F00032158; 15F00516987; 15F01079162; 15G00675897; 15G00684480; F15G74725; F15G75099; F15H88053; F15H88476; F15I92120; F15I00085; F15I03084; F15I02922.

Conselheiros presentes à reunião:

1 – Rubens Ometto Silveira Mello, presidente da Mesa e do Conselho de Administração

2 – Guilherme José de Vasconcelos Cerqueira, secretário da Mesa

3 – Marcos Marinho Lutz

4 – Istvan Kapitany

5 – Marcelo Eduardo Martins

6 – Bjorn Alexander Fermin e

7 – John Charles Abbott

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X