fbpx

Como as mudanças na Petrobras ameaçam a safra 2021/22

Fluxo de caixa pode ser afetado, especialistas também apontam outras ameaças

Petrobras em queda
Ações da estatal caíram 19.96%, mas como as mudanças na Petrobras ameaçam a safra 21/22

Nesta segunda-feira, 22 de fevereiro, a bolsa de valores brasileira fechou em queda. O Ibovespa, de acordo com fontes de mercado, teve recuo de 4,87%, aos 112.667 pontos. A reação negativa surgiu após o anúncio de que Jair Bolsonaro indicaria um novo presidente para a Petrobras. A B3 informou que as ações da estatal caíram 19.96%. Esses reflexos do mercado também preocupam o setor, que às vésperas de iniciar um novo ciclo no Centro-Sul quer saber: como as mudanças na Petrobras ameaçam a safra 2021/22?

VEJA TAMBÉM >  Capacidade de moagem da Raízen será de 105 mi t com aquisição da Biosev

A mudança solicitada pelo governo federal no comando da estatal aumenta as incertezas sobre a recuperação do setor de etanol, que possui ligação direta com a política de preços da estatal, de acordo com a agência de classificação de riscos Fitch. Para a agência, a influência do governo de Bolsonaro na estratégia de negócios da Petrobras pode ser um fator negativo para o fluxo de caixa das companhias de açúcar e etanol do país, embora seja um movimento neutro para seus ratings.

LEIA TAMBÉM > Bolsonaro indica general para ser o novo presidente da Petrobras

Além dessa situação pontual, outras ameaças surgem no horizonte bioenergético. Mas o setor se mostra resiliente há décadas e está acostumado aos desafios inusitados que aparecem no início de um novo ciclo produtivo. Em 2020, por exemplo, houve queda nos preços de combustível graças a um entrave de mercado na Arábia Saudita. Mas isso foi somente a ponta do iceberg, já que menos de dois meses depois a pandemia da Covid-19 chegou causando uma crise sanitária global. 

LEIA TAMBÉM > “É uma oportunidade única de construir uma empresa que vai fazer diferença para o mundo”

Agora, em 2021, diante do início da safra, é preciso identificar com clareza as ameaças que marcham em direção ao setor para mitiga-las com assertividade. Em busca dessas avaliações o JornalCana promove no dia 3 de março, às 19h, a Quarta Estratégica. O painel conta com as participações de Alexandre Figliolino, sócio diretor da MB Agro e conselheiro de diversas empresas; André Rocha, presidente do Fórum Nacional Sucroenergético e do Sifaeg; Arnaldo Correa, diretor da Archer Consulting; Jacyr Costa Filho, membro do comitê executivo do Grupo Tereos e Tarcilo Rodrigues, diretor da Bioagência.

Como participar

O webinar As mudanças na Petrobras e outras ameaças para a safra 21/22 será ao vivo e gratuito para todos que se inscreverem através do link: www.jornalcana.com.br/webinar.

Patrocínio:
  • AxiAgro – Inteligência e Conectividade – Otimizar o uso de máquinas e equipamentos é estratégico para a competitividade das usinas. Neste sentido, não deixe de conhecer a AxiAgro, Solução de tecnologia e inteligência para extrair a máxima performance das operações agrícolas. Confira no site: AxiAgro.com.br
  • GDT by Pró-Usinas – Reduza os custos e o riscos na gestão de terceiros da sua usina!
    A Pró-Usinas traz com exclusividade o software GDT de Gestão de Documentação de Terceiros, totalmente Saas, que automatiza o fluxo de auditoria e validações, cabendo aos terceiros a tarefa de alimentar as informações e documentos no sistema.
  • HRC —  Conheça o Clean Cut, programa de desenvolvimento de alta performance da colheita mecanizada.
  • Project Builder — Todas ferramentas de gestão de projetos e colaboração num só lugar. Conheça já!
  • S-PAA Soteica – Software de Otimização em Tempo Real presente em mais de 50 usinas, que maximiza a cogeração e a eficiência industrial, gerando ganhos superiores a R$ 1/tc. Saiba mais no site usina40.com.br

 

 

  

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X