fbpx

Comissão do Senado analisa política pública para energias renováveis e biocombustíveis

Relatório é da senadora Kátia Abreu

Plenário do Senado, cuja Comissão avalia propositura sobre energias renováveis (Foto: Agência Brasil)

A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT), vota nesta quarta-feira (11), a partir das 10h, relatório da senadora Kátia Abreu (PDT-TO).

Na oportunidade, os integrantes da Comissão também irão avaliar a política pública para energias renováveis e biocombustíveis.

As informações são de conteúdo de Carlos Penna Brescianini, da Agência Senado.

Após a avaliação, a comissão se debruça sobre uma pauta de 54 itens,.

Deles, quatro são projetos e os demais são renovações e outorgas de permissões de radiodifusão, além de requerimentos de audiências públicas.

Para a avaliação da política de energias renováveis a senadora realizou duas audiências públicas, uma sobre biocombustíveis.

Nesse caso, foi analisado o programa de estado RenovaBio.

Já a outra audiência analisou a produção de energia limpa. Foram ouvidos cientistas e pesquisadores.

 

“O Brasil desconhece o efeito positivo das pesquisas de centros como a Embrapa para os programas de geração de biocombustíveis, para o etanol de segunda geração e toda uma série de avanços que se refletem na produção agrícola”, destaca Kátia Abreu.

Foto Pedro França/Agência Senado

 

 

 

Leia também: 

Cenários do mercado de energia são temas de palestras gratuitas

Consenso

Na produção de energia limpa, houve consenso em torno da necessidade de substituir a geração termoelétrica de energia por fontes limpas.

Entre elas estão a fotovoltaica, a energia eólica, a utilização de biomassa, além das chamadas Pequenas Centrais Hidroelétricas (PCHs).

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X