fbpx

Com menor oferta, preço do anidro para usinas sobe 8,67% em uma semana

Alta vale para unidades do interior de São Paulo

Com menor oferta, o preço médio do etanol anidro para as usinas sobe 8,67% em uma semana.

Na semana entre os dias 05 e 12 de abril, a unidade recebia R$ 1,9360 pelo litro de anidro. Já na semana entre 15 e 18 de abril, o mesmo litro vale R$ 2,1038.

O valor exclui ICMS e PIS/Cofins.

Quem levanta estes preços?

Quem levanta estes preços é o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, por meio do Indicador Cepea Esalq/USP.

Qual o motivo dos preços estarem em alta?

Os preços do etanol anidro seguem em alta no mercado físico do estado de São Paulo graças à combinação de demanda aquecida com menor oferta neste primeiro mês oficial da safra de cana-de-açúcar 2019/20.

Qual o motivo da oferta menor?

Segundo o Cepea, em boa parte da semana passada usinas tiveram dificuldades para entregar o produto, devido ao clima chuvoso, que limitou a moagem.

Diante disso, as unidades que tinham o etanol em tanques conseguiram negociá-lo a pronta-entrega a preços maiores.

Do lado das distribuidoras, o interesse manteve-se firme, em decorrência do final de semana de Páscoa.

Alguns compradores que não conseguiram garantir a retirada do produto já adquirido precisaram voltar ao mercado e realizar novos negócios para entrega rápida a preços maiores.

 

 

Os preços também seguem em alta para o etanol hidratado?

Sim, os preços também seguem em alta para o hidratado pago para as usinas paulistas.

 

De quanto é essa alta?

Segundo o Indicador Cepea/Esalq, entre 15 e 18 de abril, valor do litro do hidratado fechou a R$ 1,9846/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), alta de 4,66% em relação ao anterior.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
1 comentário
  1. Daniel Guimarães de Arruda Diz

    Desde fevereiro o preço do anidro supera o do etanol hidratado. O impulso nos preços vem não somente do excesso de chuva – o que dificulta o processo de moagem -, mas também da demanda aquecida no estado de São Paulo.
    Além disso, usinas estão bastante firmes nos valores de venda, quase sem diferencial logístico entre as regiões produtoras. Para o consumidor, dados da ANP afirmaram que se os preços do etanol têm subido na usina, o valor da gasolina da Petrobras nas refinarias também está avançando.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

dezesseis − doze =

X