fbpx

Colombo encerra safra 20/21 com recorde e se prepara para nova fase

Companhia é a Usina do Ano - Administração & Finanças – Gestão 2020

Anderson Travagini, CCO CFO

A Colombo Agroindústria encerrou a safra 20/21 com recorde na moagem. Os 9,9 milhões processados representam 15% a mais do que o grupo processou no ciclo passado. A produção de etanol também foi expressiva, chegando a 470.688.886 litros; a de açúcar contabilizou 13.065.269 sacas e a energia, 243.617 MWH. Os bons números refletem o empenho da companhia na busca por maior competitividade e rentabilidade.

O grupo passou por uma reorganização societária e de gestão e agora avança com seu plano estratégico, com investimentos em tecnologia e modernização de seus processos. Segue ainda para concluir a profissionalização da gestão e a transformação em agroindústria, além da implantação de novo modelo de governança corporativa.

LEIA MAIS > Veja quem são os melhores do ano no setor

Com um mix açucareiro, a Colombo aproveitou a alta do dólar e os níveis altíssimos dos preços do açúcar para fazer hedge da sua produção. “Além de ter usada a medida na temporada atual, a Colombo usou a estratégia também para o ciclo 21/22 e já fixou preço de 50% de sua produção para a safra 22/23”, comentou Anderson Travagini, CCO CFO, que assumirá o grupo como presidente em 2021. Assim, a companhia terminou o ano de bons negócios, como a Usina do Ano – Administração & Finanças – Gestão 2020.

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

cinco + 7 =

X