fbpx

Cocal encerra safra 20/21 moendo mais de 8 milhões de toneladas de cana

Usina realizou culto virtual para celebrar a ocasião

Unidade Paraguaçu Paulista

Para manter a tradição de celebrar e agradecer o final de mais um ciclo de trabalho, mesmo em tempo de pandemia, a Cocal optou por realizar um culto virtual de encerramento da safra 2020/2021. Dessa forma, no dia 12 de dezembro, colaboradores e seus familiares puderam assistir à celebração através das redes sociais.

O evento foi conduzido por Rodney Betteto, contando ainda com a participação da preletora, Jussara Benazi Betetto, além da apresentação da Banda Cocal, composta pelos colaboradores.

Na abertura, o diretor superintendente da Cocal, Paulo Zanetti, agradeceu a todos que se dedicaram à produção desse ano e fez um resumo da safra, considerando-a como “vitoriosa”, colhendo mais de 8 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, em mais de 120 mil hectares. Produziu ainda etanol, energia e o açúcar, que teve destaque com recorde de produção de mais de 700 mil toneladas. Citou ainda que a empresa proporcionou 5.200 empregos diretos e mais de 400 indiretos, com os terceiros que atuaram nas áreas agrícolas e industriais.

LEIA MAIS > Sistema revoluciona a gestão de documentação de terceiros na Usina Ferrari
Paulo Zanetti, diretor superintendente da Cocal

“Foi um ano de grandes dificuldades, mas nem por isso deixamos de vencer, graças à Deus e aqueles que se dedicaram a esse propósito. […] No próximo ano temos grandes desafios na Cocal, como a manutenção de entressafra dos nossos equipamentos agrícolas e industriais; realizar o plantio próximo a 20 mil hectares, para uma safra próxima a 8,7 milhões de toneladas, que deverão ser colhidas e industrializadas. E teremos a conclusão dos nossos novos projetos industriais: biogás, CO2 e levedura. Grandes desafios pela frente, muito trabalho, mas com Deus nos iluminando, nós venceremos”, concluiu com os planos para 2021.

Planta de biogás será construída na Unidade Narandiba

O acionista da Cocal, Ubiratan Garms, também deixou a sua palavra, agradecendo aos colaboradores pelo trabalho realizado. “Esse ano que está se encerrando, sem dúvida, foi muito marcante e será sempre lembrado como o ano da pandemia e que trouxe muitas mudanças. Queria aproveitar para deixar uma palavra de gratidão aos gestores da Cocal, porque souberam conduzir com maestria a nossa safra, chegando ao final dela com os objetivos cumpridos. Nosso muito obrigado também a vocês, [colaboradores], que são os grandes responsáveis por esse feito”, disse.

LEIA MAIS > FAESP dialoga com governo de SP para reverter impacto do ajuste fiscal no agro
Ubiratan Garms, acionista da Cocal

A cerimônia ainda contou com o momento do ofertório, em que foram apresentados os elementos que representam a Cocal: EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), produtos (cana-de-açúcar, açúcar, etanol e energia) e a bíblia. E, para encerrar, ocorreu o sorteio de brindes que contemplou sete colaboradores da companhia.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

dois × quatro =

X