fbpx

CIT/SENAI de MG produz 100 mil litros de álcool glicerinado para doação

Projeto conta com parceira da SIAMIG

O setor sucroenergético de Minas Gerais já doou 85 mil litros de etanol hidratado ao CIT/SENAI da Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) para produção de álcool glicerinado 70.

Desde abril até o final de julho, a expectativa é da produção de 100 mil litros do produto, que está sendo doado para prefeituras, hospitais, centros de reabilitação, Santas Casas e Defesa Civil.

“O projeto é uma forma de o setor continuar com as doações para fabricação de um produto essencial frente a pandemia, sendo que as usinas, também, já produziram e doaram quase 400 mil litros de álcool 70 no estado”, ressaltou o presidente da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de MG (SIAMIG), Mário Campos.

Campos: setor em MG já doou quase 400 mil litros de álcool 70 no Estado

A iniciativa iniciou com uma parceria junto ao Departamento de Química da UFMG, através do trabalho voluntário dos universitários, e a SIAMIG.

“Está sendo usada a estrutura do CIT (localizado no bairro Horto em Belo Horizonte) que hoje tem uma produção semanal é de 9 mil litros de álcool glicerinado 70”, explica o pesquisador do CIT/SENAI, Luiz Cláudio de Melo.

A doação do produto para todo estado de Minas Gerais fica a cargo do SESI, em conjunto com outros parceiros do Sistema FIEMG.

 

LEIA > Cinco cases que comprovam a eficiência de uma usina 4.0

A Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros recebeu uma doação de 1.200 litros do produto. De acordo com Leandro Sarmento Moreira, do setor de Suprimentos, o álcool 70% foi envasado em almotolias de plástico de 250 ml, para reposição em todas as áreas do hospital.

Segundo ele, em função da COVID-19, o consumo de álcool glicerinado passou de 350 almotolias de 250 ml para 1.200 mensais.

“Se não tivéssemos a doação do insumo, ele iria faltar no hospital, pois já não tínhamos mais. A doação do CIT/SENAI representou quase dois meses de consumo para as áreas administrativa, operacional e assistencial”, afirmou Moreira.

Maurício Sérgio, Superintendente da Santa Casa de Montes Claros recebe os produtos

A Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros faz quase duas mil internações e, aproximadamente, 10 mil atendimentos mensais entre consultas, pequenos procedimentos laboratoriais, exames, quimioterapias, imagens, e sobrevive com 70% dos recursos do SUS e 30% de convênios e particular.

A Associação Mineira de Reabilitação (AMR), em Belo Horizonte, também recebeu 800 litros de álcool 70 do CIT/SENAI em parceria com a SIAMIG, e está fazendo a doação para as 360 famílias das crianças atendidas, na RMBH.

LEIA > Produção de açúcar aumentou 23,34% nos últimos quinze dias de junho

De acordo com a Superintendente, Isabela Medeiros, a doação foi distribuída em embalagens de 1 litro e está sendo feita, uma vez por mês, nas cestas básicas entregues, semanalmente, aos familiares dos atendidos.

Ao todo, a AMR assiste 500 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Além da distribuição do álcool 70 para as famílias, o produto foi distribuído em todas as áreas de atividades da associação como na oficina ortopédica, considerada essencial e que permanece funcionando.

“Para evitar todos os riscos, estamos orçando agora mini totens de álcool gel, com acionamento de pedal, o que garantirá uma segurança maior para a crianças e familiares”, afirmou.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

cinco × 1 =

X