fbpx

Chuvas atrasam encerramento de moagem de usinas da Renuka do Brasil

img10169

Paulo Zanetti encerra safra com mensagem

A Unidade Madhu e a Revati, da Renuka do Brasil encerraram suas safras mais tarde esse ano, no dia 28 de janeiro último e 30 de dezembro, respectivamente. 

Segundo o presidente do Grupo Renuka do Brasil, Paulo Zanetti, o objetivo foi compensar o atraso na moagem do primeiro semestre da safra 2013/14, provocado pelo excesso de chuvas. “Isso é pouco comum, mas o clima no período favoreceu esse prolongamento”, diz.

As duas unidades juntas esmagaram 8,87 milhões de toneladas de cana (5,38 milhões de tons – Madhu e 3,48 milhões de tons – Revati), 457,9 mil sacas de açúcar, 397 mil m3 de etanol e exportaram 485,3 mil MW/h de energia. 

Zanetti explica que a Madhu deverá processar na próxima safra que inicia em 1º de abril, 6 milhões de toneladas de cana e a Revati, 4 milhões de toneladas, na safra que inicia em 20 de março. 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X