fbpx

Choveu no Sul, mas emergência se mantém

Choveu ontem nas regiões Norte, Nordeste e Sul do País. Em Porto Alegre e Canoas (RS), houve precipitações fracas durante todo o dia. Em Santa Maria (RS), ocorreram trovoadas e pancadas fortes. Na região de Florianópolis também choveu, assim como em Itaituba (PA), João Pessoa, Campina Grande (PB), Natal e Salvador.

Apesar disso, no Rio Grande do Sul, as chuvas mal distribuídas e torrenciais em algumas regiões ainda não aliviaram a vida dos moradores dos 15 municípios que estão em situação de emergência.

O governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira (PMDB), anunciou ontem a liberação de R$ 2,46 milhões para combater os efeitos da seca no Estado – 194 municípios estão em estado de emergência

A frente fria que está no Sul do Brasil vai deixar o tempo nublado e com possibilidade de chuva em Santa Catarina e Paraná hoje.

INTERIOR DE SP

A umidade relativa do ar, que é adequada acima de 40%, ficou em 14% em São José do Preto.

Em Ribeirão Preto foi de 15%, e de 21% em Bauru, assim como nas cidades do Vale do Paraíba.

Em mais um dia de calor na faixa dos 30 graus, a situação do abastecimento se agravou em algumas cidades do interior de São Paulo. Em Marília, os 230 mil habitantes convivem com o racionamento. O Departamento de Água e Esgotos (DAE) passou a usar caminhões-pipa para abastecer as partes altas, como o Jardim Santa Antonieta. Bairros da zona norte estão sem água há uma semana.

Em Jaú, os reservatórios operam com 50% da capacidade e o risco de racionamento aumentou por causa do calor.

Nos municípios de Americana e Sumaré, o nível dos reservatórios está abaixo do normal e o abastecimento entrou em estado de atenção.

O prefeito de Ribeirão Preto, Welson Gasparini (PSDB), pediu aos proprietários de usinas de cana-de-açúcar que suspendam as queimadas neste período de estiagem.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X