fbpx

China deve aumentar hoje taxas de importação de açúcar

Sacas de açúcar chinesas — Foto: Arquivo

De acordo com informações apuradas pela Dow Jones Newswires, a China pode elevar suas taxas de importação de açúcar. O anuncio deve ser feito hoje (22). Especialistas acreditam que o aumento está ligado a apresentação da conclusão da investigação do governo chinês sobre as importações de açúcar no país.

Leia mais: Importações de açúcar da China fecham 2016 no menor nível em 5 anos

Em setembro, último, agentes localizados na capital, Pequim, anunciaram que investigavam o crescimento rápido da presença de açúcar produzido no exterior dentro do país após reclamação de produtores chineses de que as baixas taxas estavam prejudicando suas margens.

Leia mais: China é líder global nos investimentos em renováveis

Com a elevação das taxas, os custos de importação podem subir, reduzindo os envios da commodity à China, um dos maiores compradores de açúcar, e aumentar os estoques globais do produto em um momento em que a produção deve ser recorde.

Leia mais: China cancela importações de etanol por ameaça de alta em tarifa

O país asiático já estabeleceu em 1,945 milhão de toneladas a cota de importação de açúcar neste ano. Esse volume está sujeito a uma tarifa de 15%. As importações que extrapolarem a cota terão imposto de 50%. Entretanto, as compras externas para o ano comercial até setembro já estão projetadas em mais de 3,5 milhões de toneladas.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) informou que há uma grande incerteza no mercado de açúcar no mundo, que aguarda agora a conclusão da investigação feita pelo Ministério de Comércio da China.

O açúcar na China custa mais do que o dobro quando comparado com os preços internacionais. Isso porque a produção no país consegue atender apenas cerca de 50% da demanda doméstica.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X