fbpx

Chávez investe no Paraná

Chávez (com João Stédile e Requião) em visita ao RS neste ano Depois de acertar a construção de uma refinaria de petróleo em Pernambuco, em parceria da Petrobras com a PDVSA, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, começa a acertar negócios com outros Estados brasileiros.

Após dois dias de encontro em Caracas, o governador do Paraná, Roberto Requião, acompanhado de uma comitiva de 80 empresários, fechou negócios no valor total de US$ 115 milhões, além de 27 convênios de cooperação.

“Do total, 70% estão sendo canalizados para os exportadores paranaenses, e 30%, para os empresários da Venezuela”, calculou Requião. De janeiro a outubro, o Paraná exportou para os venezuelanos US$ 146 milhões, contra US$ 83 milhões no mesmo período do ano passado.

Na capital venezuelana desde terça, Requião teve um jantar reservado com Chávez no dia seguinte, no Palácio Miraflores. Acertaram a visita do presidente venezuelano ao Paraná, com empresários, no fim de março de 2006.

Os encontros envolveram 56 empresas paranaenses e 20 de outros Estados. Foram vendidos para os venezuelanos jeans, produtos agrícolas e metalúrgicos, especialmente peças de tratores, álcool e casas populares. O governo do país vizinho mostrou interesse ainda na transferência de tecnologia da Celepar (Companhia de Informática do Paraná), que detém o domínio do software livre no Estado.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X