fbpx

Cevasa fecha junho com novos recordes

Entre os números positivos está o de produção de açúcar VHP

Após concluir o mês de maio com diversos resultados superiores comparados ao mesmo mês em anos anteriores, a Cevasa fecha junho também superando desafios, rompendo barreiras e criando novas marcas na sua história.

O recorde em moagem de um milhão de toneladas em menor tempo (81 dias) e a melhora na performance em Extração % ART (97,1%) da cana processada, mostra que a companhia está focada em superar as dificuldades que o atual cenário impõe e conquistar números excelentes.

Entre os recordes registrados está o de aproveitamento de tempo, com 99,83% na área agrícola e 98,09% na área agroindustrial. “O aproveitamento industrial é primordial para a cadeia toda do negócio, pois todo esforço desde a agrícola é recompensado até o final dos processos”, afirma Luiz Paulo Sant’Anna, diretor geral da empresa.

A companhia conquistou excelentes números também na produção de açúcar, com duplo recorde de produção de açúcar VHP em toda a sua história em um mês e também no mês de junho, que atingiu 31.255 toneladas.

Foi superado ainda o recorde da qualidade da matéria-prima com o volume de açúcar total recuperado (ATR) de 134,68 kg por tonelada. “A qualidade da matéria-prima é fundamental para o bom êxito das operações da indústria, não sendo diferente no mês dos recordes. A entrega de cana com maior concentração em kg de açúcar total recuperado (ATR) favoreceu os nossos recordes da produção”, explicou Sant’Anna.

Outro recorde foi no rendimento máquina com menos perdas no mês de junho e em um mês, com registro de 18.315 com 2,01% de perdas na colheita.

A usina ainda registrou recorde mensal de eficiência e rendimento com 91,75% de eficiência global industrial (EGI) e 95,09% de rendimento total corrigido (RTC). E de venda de energia elétrica, com 16.661 MWH exportada em no mês.

Para o gerente industrial da Cevasa, Alberto Antônio da Silva, os re- cordes são fruto de planejamento, muito treinamento e dedicação da equipe. Ele também lembra que possui um elemento inovador, pois nesta safra a Cevasa iniciou a operação do software S-PAA na área de energia e embebição e tornou-se evidente a atuação do sistema garantindo maior estabilidade no vapor e redução do consumo de processos, permitindo melhorar os índices de eficiência industrial e de exportação de energia, além da economia de bagaço. “Estamos fechando os indicadores para mensurar os ganhos do S-PAA, mas os resultados já são visíveis”, explica.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

quatro × quatro =

X