fbpx

CerradinhoBio investe R$ 280 milhões para criar Neomille

Com nova planta, companhia passa a ter o maior complexo produtor de etanol do Brasil

Nova unidade, já em operação, produzirá em média anualmente, 245 milhões de litros de etanol hidratado

A CerradinhoBio apresentou a sua subsidiária Neomille, nesta quinta-feira (20), em coletiva online. A nova empresa, localizada também, em Chapadão do Céu (GO), passa a ser responsável pelo processamento de milho, produção de etanol de milho e componentes para ração animal da companhia, ampliando assim, a sua atuação no mercado de bioenergia, com a diversificação das suas fontes de matéria-prima e o portfólio de produtos.  

A criação da Neomille está diretamente ligada ao investimento de R$ 280 milhões na construção da unidade de processamento de milho para produção de etanol e suprimentos para ração animal a partir do milho.

A unidade, já em operação, produzirá em média anualmente, 245 milhões de litros de etanol hidratado, 175 mil toneladas de DDGS e 7 mil toneladas de óleo, moendo cerca de 580 mil toneladas de milho.

LEIA MAIS > Confira as dicas da Cerradinho Bio para obter alta produtividade no canavial
Motta: o negócio etanol de milho gera e distribui valor

Somando a produção da nova planta (Neomille) e a planta de cana (CerradinhoBio), a companhia passa a ter o maior complexo produtor de etanol do Brasil, com capacidade consolidada para produzir 730 milhões de litros de etanol e gerar 1.300 GWh de energia.

Segundo Paulo Motta, presidente da CerradinhoBio, esse é mais um movimento importante na estratégia de crescimento da Empresa. “O negócio etanol de milho gera e distribui valor; cria e fortalece parcerias no campo.

A Neomille oferta uma opção competitiva para nutrição animal do Centro-Sul e Sudeste do país; e ainda amplia as alternativas na nossa região para comercialização do milho que, antes era predominantemente exportado e agora dobra de valor na cadeia com a produção de DDGs e óleo, além do etanol um combustível limpo e renovável”, destaca.

Fernandes: negócio possibilita o crescimento de toda a região

De acordo com Luciano Sanches Fernandes, presidente do Conselho de Administração, a pujança desse novo negócio vai refletir na melhoria da economia do município e aumento da qualidade de vida regional.

“É uma planta extremamente moderna, já dotada da mesma tecnologia de ponta hoje presente nos EUA e possibilitará crescimento para toda a região, o que significa extremo orgulho não só para nós, empresa e família, mas para Goiás e principalmente Chapadão do Céu, que é campeão em produção de cana e grãos do Brasil”, afirmou.

LEIA MAIS > Saiba como qualificar o manejo biológico e orgânico da cana. E sem custo!

Reforçando os valores institucionais de compromisso com meio ambiente e a sustentabilidade, a unidade de produção da Neomille adota a mais alta tecnologia disponível para o processamento do milho sem gerar qualquer resíduo.

É uma planta extremamente moderna, já dotada da mesma tecnologia de ponta hoje presente nos EUA

Ela cria, também, oportunidades para o plantio de biomassa, como por exemplo o eucalipto, utilizadas na cogeração e energia renovável. O plantio de biomassa é mais uma opção de diversificação para o agricultor e uma ótima solução para recuperação de áreas degradadas.

A Neomille produz o Neo30 que aproveita todo o valor proteico do milho para nutrição animal, na forma de DDGs. “Além de ser um produto seco e rico em proteínas, o Neo30 está disponível durante todo o ano, assegurando um abastecimento regular e contínuo, não sendo necessário estocar grandes quantidades para suprimento durante todo o ano. Quem optar pelo Neo30 terá grandes benefícios”, enfatiza Motta.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
1 comentário
  1. Juvenato Diz

    Muito bom ver a evolução da caba com a preservação da natureza e sustentabilidade

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

14 − nove =

X