fbpx

Cenário efetivo do setor foca negócios e participação em eventos da ProCana Sinatub

O cenário efetivo de negócios do setor sucroenergético, aberto também pela necessidade de produção de mais etanol por conta da Política Nacional de Biocombustíveis, o RenovaBio, abre possibilidades para negócios e participação dos executivos das companhias em eventos da ProCana Sinatub.

Durante a 26ª FENASUCRO & AGROCANA, a ser realizada entre os dias 21 e 24 de agosto, no Centro de Eventos Zanini, em Sertãozinho (SP), a ProCana Sinatub realiza dois eventos de conteúdo que integram a programação do evento.

O primeiro deles é o 2º USINAS DE ALTA PERFORMANCE AGRÍCOLA, em 22/08, das 13h30 às 18h, com palestras de executivos de companhias como Ipiranga e Bevap.

O público-alvo do evento é formado por acionistas, executivos, gestores e demais profissionais das Áreas Agrícola e Mecanização de Usinas e Destilarias.

Já o segundo evento da ProCana Sinatub durante a FENASUCRO & AGROCANA é o 5º CURSO DE DIVERSIFICAÇÃO E MÁXIMO APROVEITAMENTO AGROINDUSTRIAL, em 23/08, das 13h às 18h, com palestras de executivos de companhias como a Cevasa, além de especialistas em etanol celulósico e em indústria 4.0.

O público-alvo é formado por Acionistas, Executivos, Gerentes, Supervisores, Encarregados, Engenheiros, Projetistas, Técnicos, enfim, todos os profissionais envolvidos com Tomada de Decisão, Projeto, Gestão e Produção Agroindustrial em Usinas e Destilarias.

Rodadas de negócios 

No caso de negócios, a 26ª FENASUCRO & AGROCANA confirma 60 empresas nacionais, 20 convidados internacionais e mais de 200 fornecedores nas Rodadas Nacionais e Internacionais de Negócios entre os dias 21 e 24 de agosto, no Centro de Eventos Zanini. A feira é a maior do mundo do segmento e nesta edição espera, no total, movimentar financeiramente R$ 4 bilhões.

Considerando apenas a rodada nacional, a expectativa é movimentar R$ 13 milhões. Para elas, já estão confirmadas as participações de 200 fornecedores. A novidade deste ano é a rodada criada especialmente para o público agrícola do evento.

“Com toda a expectativa sobre o setor sucroenergético, criamos esta rodada específica, muito por conta da necessidade de investimento nos canaviais diante da nova política nacional de biocombustíveis”, explica o diretor da feira, Paulo Montabone.

As rodadas nacionais serão realizadas nos dias 22 e 23 (quarta e quinta-feira), no período da manhã da feira, com reuniões pré-agendadas de 15 minutos cada. Ao menos 20 reuniões devem ser realizadas.

Já as rodadas internacionais do Projeto Brazil Sugarcane Bioenergy Solution – parceria entre o Arranjo Produtivo Local do Álcool (Apla) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) – realizarão encontros de negócios com a participação de 60 empresas brasileiras e 20 convidados internacionais, nos quatro dias de feira.

Os compradores virão de países como Argentina, África do Sul, Belize, Cuba, Costa Rica, Equador, Guatemala e Peru. A delegação do Sudão, por exemplo, vem com alto poder de compra para a compra de produtos voltados à montagem de usinas.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X