JornalCana

CEISE Br e CIESP: Futuro Energético e Desenvolvimento Sustentável em Sertãozinho

Evento destacou o futuro próspero para o setor energético e industrial do Brasil

Rosana Amadeu e Rafael Cervone

A presidente do CEISE Br, Rosana Amadeu, aproveitou o encontro com o presidente do CIESP, Rafael Cervone, para entregar um documento que contém solicitações visando o aprimoramento do APL Metalmecânico de Sertãozinho – SP. Esse gesto sinaliza o comprometimento da entidade com a evolução constante do arranjo produtivo local.

O contexto desse encontro foi a palestra proferida por Cervone, abordando as macrotendências mundiais até 2040. Estas incluíram perspectivas nas áreas da saúde, alimentação, energia, infraestrutura, urbanização, entre outras. Realizado no auditório do Senai de Sertãozinho, o evento realizado no dia 20 de outubro, atraiu cerca de 130 líderes do setor econômico e político.

O destaque da palestra foi a evolução energética. Segundo Cervone, a utilização de energias fósseis está prevista para declinar de 80% para 56% até 2040. Ele mencionou o trabalho do CIESP no estudo do Combustível de Aviação (SAF), citando o exemplo da Embraer que opera aeronaves usando 100% etanol.

LEIA MAIS > Índia espera produzir 12,44 bilhões de litros de etanol até o final de 2023

A projeção é que o Brasil lidere a produção de energia limpa globalmente, se destacando em eficiência alimentar e energética.

“Diferente de outras regiões do mundo, o Brasil já tem em sua matriz energética mais de 90% de energia verde, renovável”, observou Cervone.

Outras tendências citadas incluem o crescimento do setor de baterias, que deverá receber investimentos massivos até 2040, e a integração inteligente dos modais de transporte. Também foram mencionados avanços nas telecomunicações, como a expansão das redes 5G e a computação em nuvem.

Relativamente ao saneamento básico, a expectativa é de modernização dos sistemas. A distribuição de água deverá tornar-se mais eficiente, minimizando desperdícios através da tecnologia. O processo de dessalinização da água do mar também foi apontado como tendência emergente.

LEIA MAIS > Como o El Niño impacta a safra em andamento e deve afetar a 2024/25

Rosana Amadeu elogiou o conteúdo da palestra, ressaltando sua relevância para empresas da região. Luís Carlos Júnior Jorge, diretor do CIESP Sertãozinho e ex-presidente do CEISE Br, enfatizou a importância das macrotendências para orientar decisões empresariais.

Antonio Tonielo, diretor do Grupo Viralcool, destacou a menção à parceria entre o Senai e a Embraer em relação ao SAF. Ele também mencionou a tecnologia avançada implementada pelo Senai em uma das destilarias do grupo, exemplificando a revolução que a era 5G pode trazer para a indústria.

“Este encontro entre CEISE Br e CIESP em Sertãozinho reforçou o papel crucial da cidade e do estado de São Paulo no futuro energético e industrial do Brasil, mostrando a direção que o país está tomando em busca de um desenvolvimento mais sustentável e tecnologicamente avançado”, concluiu a presidente do CEISE Br.

 

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram