fbpx

Cargill amplia investimentos em usina de biodiesel

carfA companhia de agronegócio Cargill foca investimentos em biodiesel, depois de dar a largada, em dezembro passado, na produção de etanol de milho na usina de cana-de-açúcar Rio Dourado, no município de mesmo nome, em Goiás, na joint venture SJC Bioenergia, ao lado do Grupo USJ. 

O aporte da Cargill é a fábrica que possui no município de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul.

A companhia de agronegócio, com sede nos Estados Unidos, comunica ter recebido do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul/MS) a autorização ambiental – AA, número 002/2016.

A autorização ambiental visa a atividade de manejo de fauna silvestre in situ em específico Monitoramento de Fauna (mastofauna, avifauna, herpetofauna e ictiofauna), para o projeto de expansão da fábrica, localizada na Rua Egídio Thomé, nº 5.700, no município de Três Lagoas.

A autorização é condicionante nº 11 da Licença de Instalação n° 84/2015, Processo nº 23/103042/2014 de 10/06/2015.

Saiba mais sobre a unidade de Três Lagoas

A unidade de produção de biodiesel da Cargill em Três Lagoas iniciou produção em 2012, e, segundo a empresa, tinha capacidade produtiva de 200 mil toneladas/ano.

 

O município de Três Lagoas está próximo à região de maior consumo de biodiesel no país, o que é uma vantagem competitiva para comercialização do produto.

A fábrica da Cargill, conforme a empresa, tem potencial para operar em diferentes modais logísticos (rodoviário, ferroviário e fluvial) e conta ainda com o conhecimento e a experiência internacionais da Cargill em produção de biodiesel.

Leia mais: Cargill e USJ iniciam produção de etanol de milho

Saiba mais sobre a SJC Bioenergia

A SJC Bioenergia é joint venture formada em setembro de 2011 pela multinacional de alimentos Cargill e o grupo sucroenergético USJ. Inaugurou em 02 de outubro sua segunda unidade – a Usina Rio Dourado, em Cachoeira Dourada, no sul de Goiás, a 240km de Goiânia.

Leia mais: Cargill é a estrangeira que mais investiu em etanol. Saiba os motivos

Com investimentos de R$ 500 milhões, a Usina Rio Dourado vai se dedicar à produção de etanol e energia. A capacidade de produção anual será de 220 milhões de litros de etanol, hidratado ou anidro, sendo este por meio de um sofisticado sistema de desidratação via peneira molecular.

Com o volume, a unidade produzirá combustível suficiente para movimentação de 200 mil veículos anualmente. Com capacidade de geração de 230 mil MW/ano, a Usina Rio Dourado manterá a autossuficiência e comercializará um excedente de 150 mil MW/ano, energia suficiente para abastecer 25 mil lares brasileiros.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X