fbpx

Canaplan revisa projeção da safra de cana 17/18

Caio, da Canaplan: revisão da safra 17/18

A consultoria Canaplan programa para 17/10 a Segunda Reunião Canaplan 2017. Durante o evento técnicos da consultoria reavaliarão projeções para a safra de cana-de-açúcar 2017/18.

Na primeira reunião, realizada em abril, a Canaplan projetou moagem de 575 milhões de toneladas de cana-de-açúcar nas unidades sucroenergéticas da região Centro-Sul do país. Conforme a projeção, a estimativa tinha possibilidade variação de 560 a 590 milhões de toneladas.

A segunda reunião está programada para ser realizada no Hotel JP, em Ribeirão Preto (SP).

Além de revisar a safra 17/18, a Canaplan fará no evento projeções para a safra de cana-de-açúcar 2018/19 e tratará de painel relacionado às usinas flex, movidas por cana e cereais como milho.

Oferta

Conforme a Canaplan relatou em sua primeira projeção, a oferta de açúcar deveria atingir média de 34 milhões de toneladas, variando de 33,4 até 34,5 milhões de toneladas.  O etanol deve apresentar média de 23,8 bilhões de litros, com variação de 23,3 até 24 bilhões de litros.

A produtividade média dos canaviais deve atingir média de 74 toneladas por hectare, variando de 71 a 76 t/ha. O ATR por tonelada está previsto para 133 , com variação de 131 até 134 ATR/t.

Na oportunidade, Luiz Carlos Corrêa Carvalho, diretor da Canaplan, contou para Wellington Bernardes, da equipe do JornalCana, que os números indicavam os impactos negativos do campo durante as últimas safras, com manejo aquém do necessário.

“A recuperação da cultura canavieira é lenta, a área cultivada está estagnada desde 2013 e as reformas nos canaviais precisariam atingir valor mínimo de 16% para uma recuperação agrícola”, explicou ele para Wellington Bernardes.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X