fbpx
JornalCana

CanaMS promete novidades em resultados de pesquisa para a cana

Tratos culturais de soqueiras são o enfoque desta edição que acontece em 13 de abril

(Foto: Divulgação Embrapa)

O “Seminário CanaMS: Tratos culturais em soqueiras” será nessa quinta-feira, 13 de abril, na Embrapa Agropecuária Oeste (Dourados – MS), das 8h às 11h50 e das 13h30 às 16h10.

A realização do evento é da Embrapa Agropecuária Oeste e da TCH Gestão Agrícola. Conta com o apoio da Biosul e Sulcanas, e patrocínio de Biotrop, Euroforte, Hinove, Kracht, Koppert, Solubio, Sumitomo Chemical, Ubyfol e Union Agro.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo link https://bit.ly/3zfkZpr. O evento será híbrido, ou seja, presencial e online. Para quem desejar assistir pela internet, a transmissão será ao vivo pelo canal da Embrapa no YouTube: https://bit.ly/3MmAiok. A programação com os horários está neste link https://bit.ly/3LPxjUZ.

LEIA MAIS > Analistas do Pactual veem bom momento para as ações do setor de açúcar e etanol

Na parte da manhã, a programação conta com o coordenador de projetos do Hospital do Amor (Barretos – SP), Rubiquinho de Carvalho, convidado especial da Euroforte; com o agrometeorologista Marcos Antonio dos Santos, da Rural Clima, que apresentará a previsão do tempo para safra 2023/24; em seguida, o pesquisador Carlos Hissao Kurihara, da Embrapa Agropecuária Oeste, falará sobre o recolhimento do palhiço e adubação potássica na soqueira da cana-de-açúcar; e, no final da manhã, o gerente de vendas técnicas João Pedro Alves dos Santos e o diretor industrial e responsável técnico Flávio Pompei, ambos da Euroforte, ministrarão palestra sobre a evolução do manejo de nitrogênio na cana-soca.

Na programação da parte da tarde, o equilíbrio entre rendimento operacional e qualidade da matéria-prima no corte, transbordo e transporte (CTT) é o tema da palestra de Renato Modesto de Oliveira, da Usina Eldorado – Atvos. Em seguida, William Trevisan, da Hinove, falará sobre os fertilizantes especiais para cana-soca. Fechando o evento, Alexandre de Sene Pinto, do Centro Universitário Moura Lacerda, ministrará a palestra sobre o uso inovador de bioinsumos nos canaviais.

LEIA MAIS > Cana-de-açúcar é a segunda maior compradora de nematicida

Setor sucroenergético em MS

Atualmente, segundo dados da Biosul, Mato Grosso do Sul é o quarto maior produtor de cana-de-açúcar do país, com 43,5 milhões de toneladas da cana-de-açúcar processada na safra 2022/23. A indústria sucroenergética do estado é formada por 18 unidades em operação. Esse aumento no sistema produtivo de Mato Grosso do Sul demandou que a Unidade desenvolvesse pesquisas relacionadas à produção de cana-de-açúcar, especialmente, em área de pastagens degradadas e em solos arenosos que, atualmente, são conhecidos como ambientes restritivos. Dessa forma, várias pesquisas são desenvolvidas, buscando-se integrar os canaviais ao sistema produtivo regional.

Além disso, o setor sucroenergético do estado também está iniciando a produção de etanol a partir do milho. A produção de etanol a base de milho já alcançou na safra 2022/23, 3,2 bilhões de litros, volume 33% maior em relação à safra passada. A produção de açúcar também merece destaque com 1,4 milhões de toneladas, ou seja, 21% maior em relação ao mesmo período da safra passada.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram