fbpx

Cana atraiu R$ 30 bi em novas usinas, diz Biagi

O setor sucroalcooleiro do Brasil atraiu R$ 30 bilhões em investimentos para a construção de 80 novas usinas num momento em que a demanda por biocombustíveis cresce, disse o usineiro Maurílio Biagi Filho.

Cerca de 30 novas usinas entrarão em operação no Brasil este ano e outras 30 iniciarão suas atividades no ano que vem, disse ontem Biagi em entrevista em São Paulo. As usinas da família de Biagi respondem por cerca de 10% da produção de açúcar do Brasil.

A Maubisa Agrícola Ltda. de Biagi, fabricante de açúcar e etanol, sediada em Ribeirão Preto (SP), investirá R$ 400 milhões para quase triplicar sua produção nos próximos quatro anos, disse ele. A empresa pretende aumentar a capacidade anual de processamento de cana para 27 milhões de toneladas, comparativamente às cerca de 10 milhões de toneladas atuais, segundo Biagi. As novas usinas que Biagi e outros investidores estão construindo se concentrarão na produção de etanol para atender o crescente consumo desse biocombustível no Brasil e nos Estados Unidos.

O preço do açúcar negociado na Bolsa de Nova York recuou 38% nos últimos 12 meses, à medida que o Brasil, a Índia e outros grandes países produtores aumentam sua produção.

A produção de açúcar da Índia pode alcançar o recorde de 25 milhões de toneladas no ano que se encerrará em setembro próximo, superando uma estimativa anterior, à medida que os agricultores locais colhem uma quantidade maior de cana, segundo a Associação de Usinas de Açúcar da Índia. A associação previu em setembro que a produção alcançaria o recorde de 24 milhões de toneladas.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X