fbpx

‘Calote’ para geradores de energia chega a R$ 7 bilhões

Situação afeta unidades sucronergėticas

As unidades sucronergėticas produtoras de eletricidade para o mercado são vítimas de “calote.”

Esse represamento impede o pagamento de eletricidade já vendida e afeta diretamente as cogeradoras de biomassa da cana-de-açúcar.

Segundo Reginaldo Medeiros, da Abracel, o montante de recursos não pagos chega a R$ 7 bilhões, conforme o levantamento mais recente.

“Trata-se de um calote oficial”, afirmou Reginaldo, em sua palestra em painel no Ethanol Summit na manhã desta segunda-feira (17/06) em São Paulo.

O não pagamento é permitido por meio de autorizações judiciais para as distribuidoras de energia.

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X