fbpx

Burocracia nos portos é obstáculo sério às exportações

Há cerca de 17.000 empresas que exportam no Brasil — quase 3.000 menos do que na Noruega, cuja economia é um décimo da brasileira. Por aqui, a burocracia afasta os pequenos negócios do comércio exterior e não estimula o crescimento da base de exportadores.

2007-05-11 Porto Guaruja Teag Caes Caregamento Açucar Transporte Logistica Navio Colaborador Funcionario Segurança (3)Um exemplo: empresas que enchem contêineres inteiros podem carregá-los em qualquer armazém e enviá-los para embarque. Se a quantidade é menor, porém, as coisas complicam. A legislação determina que um contêiner com produtos de diferentes fabricantes só pode ser enchido nos portos.

Por isso, as empresas têm de transferir separadamente as mercadorias até um armazém portuário, o que aumenta os custos com frete. Não é só isso. No porto, apenas funcionários autorizados podem acomodar os produtos no contêiner compartilhado. Custo do serviço: 3´000 dólares.

“Isso tira a competitividade dos exportadores que vendem volumes menores”, diz Roberto Ticoulat, presidente do Conselho Brasileiro das Empresas Comerciais Importadoras e Exportadoras.

(Fonte: Exame)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

X