fbpx

Bunge investe em centro de manutenção de colhedoras com objetivo de reduzir custos em 20%

A Bunge Açúcar & Bioenergia investe em centro de manutenção de colhedoras com o objetivo de reduzir os custos operacionais em 20%.
Segundo a assessoria de imprensa, a Bunge aplica cerca de R$ 7 milhões na construção de centro de manutenção de suas colhedoras de cana-de-açúcar. As máquinas atendem a seis das oito unidades produtoras controladas pela empresa.
O objetivo do investimento é o de reduzir em 20% os custos operacionais. Outras metas são ampliar a produtividade da colheita, aproveitar melhor as máquinas e padronizar a manutenção.
O retorno do investimento, conforme a assessoria, é esperado em menos de dez anos. A inauguração do centro de manutenção de colhedoras está marcado para janeiro de 2019.
Leia também:
Mais sobre o centro de manutenção

Ele fica na Usina Moema, em Orindiúva (SP), em uma estrutura de 3 mil metros quadrados que, conforme a empresa, é totalmente planejada para esse fim. O centro irá operar com formato de linha de produção, como acontece nas fábricas de montagens de equipamentos agrícolas.

A capacidade de manutenção chega a 15 colhedoras por mês.

Serão atendidas nesse centro de manutenção as usinas Moema, Guariroba e Ouroeste, em São Paulo, e Frutal, Itapagipe e Santa Juliana, em Minas Gerais, as quais, no total, possuem uma frota de 120 colhedoras de cana.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X