fbpx

Brenco e Dedini assinam acordo para quatro usinas

A Dedini Indústrias de Base, de Piracicaba (SP), e a Brenco (Companhia Brasileira de Energia Renovável) assinaram hoje acordo para o fornecimento dos principais equipamentos para as quatro primeiras usinas da Brenco.

Com esse investimento a Brenco se firma como o mais novo grupo sucroalcooleiro e pretende se tornar, até 2015, um dos maiores produtores de etanol do mundo. O início de operação destas usinas se dará em 2009 (2 usinas) e 2010 (2 usinas).

A Brenco pretende instalar até 2015, outras 6 novas usinas no país, e com isso, atingir uma capacidade de moagem de 44 milhões de toneladas de cana e uma produção de 3,8 bilhões de litros de etanol por safra.

A Dedini irá fornecer o processo completo de produção de etanol para quatro usinas, além de módulo de geração de vapor para duas usinas. Cada planta fará uma moagem inicial de 3 milhões de toneladas de cana e produzirá aproximadamente 270 milhões de litros de álcool anidro por safra. As usinas estarão localizadas em Mineiros (GO) e Alto Taquari (MT), com início de testes de operação para abril de 2009, e Morro Vermelho (GO) e Perolândia (GO), com início de testes para março de 2010.

O acordo prevê ainda, a compra de mais duas usinas completas, também com capacidade de 3 milhões de toneladas de cana, a serem instaladas em 2010 e 2011.

A Brenco (Companhia Brasileira de Energia Renovável) iniciou sua operação nos primeiros meses de 2007 e está construindo 10 usinas de álcool anidro e hidratado no Brasil pretendendo se tornar uma das maiores plataformas de produção de etanol de cana-de-açúcar do mundo, com capacidade de produção total projetada de 1 bilhão de galões (3,8 bilhões de litros).

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X