fbpx

Brasileiros visitam China para negociar acordos na área de energia

Uma missão de 300 empresários brasileiros chegam à China nos próximos dias para negociar acordos nas áreas de investimentos em energia, mineração e agricultura, além de ciência, tecnologia e inovação, assim como parcerias na área social. Além desse encontro, a presidente Dilma roussef também chegará ao país na próxima semana e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento lidera uma missão nestas quinta e sexta-feiras, 7 e 8 de abril.

A China é uma grande compradora do setor sucroenergético nacional. Prova disso é que o valor total das exportações do complexo sucroenergético, que compreende açúcar e etanol, é de US$ 514,77 milhões, sendo US$ 514,76 milhões referentes à importação de açúcar.

O embaixador Norton Rapesta, diretor do Departamento de Promoção Comercial do Ministério das Relações Exteriores, acredita que o Brasil e a China podem ampliar as parcerias comerciais em setores, como moda, alimentação, tecnologia, infraestrutura e energia.

“A visita da presidente é mais um esforço para ampliar os contatos econômicos e comerciais com a China e uma oportunidade para mostrar que o Brasil tem produtos de qualidade”, lembra o diplomata.

Por causa do desconhecimento das regras de negociação e das dificuldades com a língua, o mercado chinês dificulta o acesso dos empresários brasileiros. Segundo o embaixador, o ideal é trabalhar para resolver os “gargalos” e, assim, conquistar o espaço no mercado.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X