fbpx

Bolsa de São Paulo acordou de “ressaca” após o carnaval e caiu 3,46%

O Ibovespa, principal índice da Bolsa deValores de São Paulo, acordou hoje de “ressaca” após o recesso docarnaval e fechou com queda do 3,46%, a 58.968 pontos,desvalorização classificada como “ajuste técnico” pelos analistas.

O pregão brasileiro, que não operou segunda nem terça-feira porconta do carnaval, reiniciou hoje suas atividades com perdassimilares às que sofreram ontem o resto dos mercadoslatino-americanos influenciados por Wall Street.

Nesta quarta-feira, a Bovespa seguiu os passos da coleganova-iorquina, que fechou em baixa depois da redução das vendas dejaneiro nas lojas de departamento de Macys, além das advertênciasdo Federal Reserve (Fed) para um possível aumento da inflação.

No Brasil, o principal índice da bolsa, operou novamente abaixodos 60.000 pontos, caindo 2.111 em relação à última sexta-feira,quando saltou 2,67%, segundo números ajustadas do fechamento.

O Ibovespa, que passou todo o pregão em baixa, oscilou entre os58.742 pontos, mínima do dia, e em 61.076 pontos, na máxima.

A sessão, que só operou na parte da tarde, como o resto docomércio e entidades públicas do país, registrou 147.710 operaçõescom 4.346 milhões de títulos negociados por um volume financeiro deR$ 4,340 bilhões (cerca de US$ 2,475 bilhões).

Entre as 64 ações do Ibovespa, apenas três registraram alta,enquanto 59 desvalorizaram e duas ficaram estáveis. Foi destaque avalorização de 1,48% dos papéis ordinários (ON) da empresa desaneamento básico Sabesp e a queda de 9,63% das ações com direito avoto (ON) da produtora de açúcar e etanol Cosan.

Os papéis preferenciais da Vale (PN) superaram as ações tambémpreferenciais da Petrobras, liderando o mercado à vista do Ibovespa,com 17,12% de participação, ao movimentar um volume de R$ 589,1milhões (cerca de US$ 336 milhões). As ações da mineradora, noentanto, desvalorizaram 3,82%.

O real brasileiro, depois do recesso da bolsa pelo carnaval,inverteu sua tendência de alta e registrou queda de 0,45% frente aodólar, que fechou o pregão negociado a R$ 1,753 na taxa de câmbiocomercial.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X