fbpx

BNDES libera R$ 1,7 bi para duto de etanol

O BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social acaba anunciar a liberação de um empréstimo de R$ 1,7 bilhão para a Lógum Logística para financiar a primeira fase do projeto de um duto para o transporte de etanol e instalação de centros coletores do produto. A primeira etapa do projeto abrange os trechos de Ribeirão Preto-Paulínia, Uberaba-Ribeirão Preto e Anhembi-Paulínia – e os terminais de Ribeirão Preto, Uberaba, Anhembi e Araçatuba. A empresa de logística para transporte de etanol é uma parceria da Petrobras com Copersucar, Cosan, OTP (Odebrecht), Uniduto e Camargo Corrêa.

Segundo o banco, o sistema logístico de transporte de etanol faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e contempla 1.330 km de dutos, com capacidade de transporte de 20,8 milhões de metros cúbicos por ano e dez terminais de armazenamento de etanol.

O sistema que tem por objetivo proporcionar um transporte mais rápido e confiável, com maior regularidade de oferta, com menor custo e menos poluente que o rodoviário, vai interligar as principais regiões produtoras de etanol (São Paulo, Goiás, Triângulo Mineiro, sul e sudeste de Mato Grosso do Sul e norte do Paraná) aos centros consumidores da Grande São Paulo e do Rio, e aos terminais marítimos de Ilha D´Água (RJ) e Caraguatatuba (SP), para exportação e/ou cabotagem do etanol para os demais centros consumidores do País.

O BNDES diz que antecipou uma parte do financiamento de longo prazo com o objetivo de não atrasar o andamento do projeto. O empréstimo do BNDES atingirá R$ 5,8 bilhões, mas o projeto total contará com investimentos de R$ 6,5 bilhões.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X