fbpx

Biosev obtém certificação RenovaBio para 4 usinas

Já estão liberadas para entrar no sistema de emissão de CBIOs

A Biosev, controlada pela Louis Dreyfus Group, obteve a certificação de 4 de suas unidades produtoras na Política Nacional de Biocombustíveis, o RenovaBio.

São elas: Santa Elisa (SP), Leme (SP), Rio Brilhante (MS) e Vale do Rosário (SP).

Com a certificação, a companhia sucroenergética já está liberada para entrar no sistema de emissão de créditos de descarbonização, os CBIOs.

A comercialização desses créditos deverá começar ainda neste ano na B3, a Bolsa de São Paulo.

“Estamos com uma expectativa positiva sobre o programa como um todo”, explica, em nota, Dorothea Soule, diretora Comercial e de Originação da Biosev.

“Temos muito potencial de produção de créditos de carbono, os CBios, que vai entrar em sinergia com o nosso mix de produtos para o mercado.”

Leia também: 

Saiba como fazer ajuste eficaz nas Calhas Donelly

 

Outras 4 usinas estão na reta final

As outras quatro usinas da Biosev: MB (SP), Continental (SP), Lagoa da Prata (MG) e Passa Tempo (MS) estão na reta final de certificação para o programa.

E também fazem parte da capacidade produtiva da companhia para este novo mercado.

Até nesta quinta-feira (05/03), estão certificadas no RenovaBio 31 usinas de etanol combustível de primeira geração pelo programa.

Os trabalhos em todas as etapas da certificação foram conduzidos pela área de Qualidade Corporativa da Biosev.

Por sua vez, contou com o apoio do Planejamento Agrícola, Georreferenciamento e os times da Operação e Comercial.

As fases incluíram a consulta das evidências da calculadora de pegadas de carbono da companhia e visita in loco da certificadora Green Domus, que enviou todos os dados para análise da ANP.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

5 × quatro =

X