fbpx

Biorrefinaria aproveita vinhaça e bagaço da cana-de-açúcar

A oferta de oleaginosas no Brasil é bastante dependente da soja, da qual vem 80% do biodiesel fabricado no Brasil. A cultura tem baixa densidade energética, mas é a única que atende às três necessidades da indústria: pacote tecnológico, logística e escala de produção. Juntas, as safras de mamona, algodão e girassol gerariam óleo para incorporar não mais do que 1% de biodiesel ao diesel comercializado no país. Atualmente, a mistura já é de 5%, mas o setor espera chegar a 20% em, no máximo, 10 anos.

O pesquisador da Embrapa Agroenergia, Bruno Laviola, desta que é preciso buscar fontes de biomassa para o futuro pensando não apenas nas demandas já existentes, mas também nas que estão na eminência de se tornar realidade, como a dos biocombustíveis de aviação. Uma forte aposta em termos de matérias-primas para biorrefinarias está nos resíduos da produção agrícola, agropecuária e florestal.

Esse fator é um dos que fazem as usinas de cana-de-açúcar ganharem destaque quando o assunto é biorrefinarias. Elas concentram dentro das instalações industriais dois resíduos a que já dão destino, mas que podem ganhar outros, de maior valor agregado: bagaço e vinhaça. Há ainda grande expectativa pela utilização da palha, cuja quantidade disponível vem crescendo com o avanço da colheita mecanizada.

A segunda edição da Conferência Biorrefinarias Brasil, que acontece nos dias 26 e 27 de novembro, em São Paulo/SP, abordará temas como: Etanol 2G, Pirólise, Bioprodutos, Financiamento de Projetos, Rota Térmica, Inovações Tecnológicas Sustentáveis, Tendências do Setor, Competitividade Industrial, Viabilidade Econômica, entre outros! Será uma ótima oportunidade para conhecer os principais atores dessa corrida mundial.

Palestrantes confirmados: Agência Nacional do Petróleo (ANP), GranBio, Petrobras, Vale, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Amyris, Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Universidade de Brasília (UNB), Embrapa Agroenergia, 3M, Poli/USP,Andritz e Centro de Tecnologia Canavieira (CTC).

O evento é uma realização da Página Sustentável com o apoio da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (Abesco), Associação Nacional dos Consumidores de Energia (Anace), Associação da Indústria de Cogeração de Energia (Cogen), Revista Bio&Sugar, União dos Produtores de Bioenergia (Udop ) e União das Indústrias de Cana-de-Açúcar (Unica).

Confira o programa completo e faça a sua inscrição na Conferência. Últimos dias de inscrição. Vagas limitadas!

Serviço

Conferência Biorrefinarias Brasil 2013

Data: 26 e 27 de novembro

Local: São Paulo, capital

Informações: (11) 3452.3155 / (11) 2366.4511 / www.paginasustentavel.com.br

img9224


Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X