fbpx

Biodiesel é aprovado em teste de motores de alta tecnologia

Pesquisadores da Universidade de São Paulo comprovaram que o biodiesel de soja e cana pode ser usado em motores de alta tecnologia sem afetar rendimento. A pesquisa para produção de um biodiesel 100% vegetal acontece desde 2003, numa parceria entre o Laboratório de Desenvolvimento de Tecnologias Limpas (Ladetel) da USP e a montadora francesa Peugeot Citroën. Resultados preliminares foram apresentados ontem.

Segundo Miguel Dabdoub, coordenador da pesquisa, o desafio foi desenvolver um combustível que pudesse ser usado nos motores a diesel de última geração produzidos pela montadora e que rodam na Europa há mais de dez anos com biodiesel produzido a partir de óleo de canola e metanol. Testes no Brasil mostraram que o biocombustível brasileiro, misturado na proporção de 30% ao diesel metropolitano, foi bem aceito.

De acordo com Dabdoub, no Brasil o biodiesel pode ser produzido a partir de culturas como dendê, mamona, babaçu e pequí. Ele acredita que, se o governo aprovar a mistura de apenas 2% de biocombustível ao diesel metropolitano, a partir de 2005, a demanda será de 800 milhões de litros por ano.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X