fbpx
JornalCana

Biocom da Angola estreia com produção teste de 3,6 mil m³ de etanol

biocom
Foto: Isaias Soares – VOA

A Biocom (Companhia de Bioenergia de Angola) iniciou sua produção nesta safra com volume de 3,6 mil m3 de etanol e 1,55 mil toneladas de açúcar em sua fase experimental, segundo informação do diretor, Carlos Martins. A empresa, localizada no Polo agroindustrial de Capanda, município de Cacuso, província de Malanje, deverá testar seus equipamentos e em breve, inaugurar formalmente suas instalações. “As atividades de produção de açúcar e etanol paralisaram por causa das chuvas que têm caído constantemente nesta região dificultando a entrada das máquinas na área de colheita da cana”, diz.

Segundo o gestor, a Biocom já produz 30 gigawatts de energia elétrica através do bagaço da cana-de-açúcar, desde julho deste ano. Em 2019 deverá atingir 235 gigawatts/hora de energia, isso equivale a uma hidrelétrica de aproximadamente, 40 megawatts.

A empresa estima que a partir de 2019 deva produzir 256 mil toneladas de açúcar e 30 milhões de litros de etanol. A
Biocom é uma parceria entre o Estado angolano, através da Agência Nacional para o Investimento Privado (ANIP) e Sonangol Holding, com participação de 20% e o grupo angolano Damer e Brasil da Odebrecht, com 40% cada. (Fonte: Agência Angola Press)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram