JornalCana

Banco afirma que usinas deverão maximizar o mix de açúcar

Preços baixos do etanol devido ao atual cenário são os principais motivos

“Na reta final da safra 2022/23, as usinas do Centro-Sul possuem um incentivo claro para maximizar o mix de açúcar, dentro dos limites permitidos pelo tempo”, avalia o Rabobank Brasil, no Agroinfo, relatório trimestral assinado pelos especialistas da instituição, divulgado na última sexta-feira (30).

Pelos cálculos do Rabobank, o foco maior em açúcar poderia levar a produção final da safra 2022/23 para algo entre 33 e 34 milhões de toneladas, em vez das 32 a 33 milhões de toneladas inicialmente esperadas, considerando uma moagem total de 545 milhões de toneladas.

LEIA MAIS > Governo de São Paulo assina decreto que beneficia produtores de etanol

A mudança da “chave” para a produção do alimento tem como gatilho os preços do etanol e o atual cenário. O relatório do banco holandês mostra que no Brasil, desde meados de junho, o preço médio da gasolina na bomba teve queda em torno de 30%.

Os fatores responsáveis desta movimentação “impressionante” são as reduções dos impostos federais e estaduais implementada desde junho e, a queda dos preços internacionais do petróleo e da gasolina que permitiu a Petrobras a diminuir o preço da gasolina ex-refinaria em 19% a partir de julho.

O preço do etanol hidratado na bomba andou em paralelo com a gasolina, levando o preço ESALQ de hidratado abaixo dos 14 USc/lp em Nova Iorque equivalente, enquanto as cotações na bolsa de Nova Iorque continuam flutuando ao redor dos 18 USc/lp.

LEIA MAIS > Em parceria com a Raízen, Volkswagen inicia testes com seu 1º caminhão autônomo

“Porém, o que a diferença tão enfática entre a lucratividade de açúcar e etanol poderia sinalizar para a próxima safra?” é a pergunta que muitos fazem.

Segundo o banco, as perspectivas para os mercados internacionais de petróleo e gasolina continuam incertas. De um lado, uma narrativa baixista de recessão global, e do outro, uma alternativa altista de um mercado apertado pelo iminente embargo do petróleo russo pela União Europeia e de uma recuperação econômica na China.

Uma análise preliminar do Rabobank sugere que seria necessário um aumento do preço internacional da gasolina em 20%, repassado pelo preço Petrobras, junto com a volta dos impostos federais na gasolina e no etanol, para levar o preço ESALQ de hidratado de volta a uma equivalência em torno de 18 USc/lp base Nova Iorque.

LEIA MAIS > Custos de produção de cana dispararam na safra 2021/22

De acordo com a instituição, sem uma mudança desta natureza, a expectativa preliminar para a safra 2023/24 no Centro-Sul é de uma moagem em torno de 580 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e, um mix altamente açucareiro que poderia levar a produção de açúcar para 36 milhões de toneladas.

“Mas há ainda muito jogo pela frente. O andamento dos preços internacionais da gasolina e o grau que o preço da Petrobras acompanhe essa evolução, são os fatores-chave na determinação do teto de preço do etanol durante a entressafra e no planejamento do mix para a safra 2023/24”, elucida o banco.

O Rabobank ressalta ainda que existem dúvidas a respeito da volta dos impostos federais para gasolina e etanol, originalmente proposta para o início de 2023. “Resta saber se haverá esclarecimento deste ponto depois da eleição”, conclui.

 

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram