fbpx

Baldin reduz consumo de vapor de processo com implantação de software

Luiz Vieira, gerente industrial da Baldin, Josias Messias, do Pro-Usinas e Carlos Ravanelli Ferreira, gerente administrativo/financeiro da Baldin

Em busca da máxima eficiência e rendimento industrial, a Baldin Bioenergia, localizada em Pirassununga (SP), vem investindo fortemente em inovações tecnológicas. Nos primeiros meses desta safra, a usina comemora redução expressiva no consumo de vapor de processo com a implantação do S-PAA, software simulação e otimização em tempo real da cogeração e da planta industrial. “Mesmo com uma cana mais pobre na Pol (-1º de Brix) e na fibra (-1,10 no bagaço %/cana) e desvio total do caldo filtrado (Brix de 6º) para a fábrica de açúcar, fatores que reduzem a geração de vapor e aumentam o consumo na evaporação, conseguimos reduzir em 30Kgv/tc o consumo de vapor de processos”, comemora Luiz Vieira, gerente industrial da Baldin.

Esta melhoria foi obtida a partir da implantação de apenas um dos laços fechados do S-PAA, o que controla em tempo real a geração de vapor e energia e faz o controle automático da utilização das válvulas redutoras.

A redução em 30Kgv/tc ficou comprovada medindo a diferença entre o período de produção sem a atuação do S-PAA, com a cana mais rica em abri, e com a atuação do laço fechado em maio, quando a cana estava mais pobre.

Outro fator que Vieira destaca como importante para a estabilização da produção é o laço fechado da extração, o qual, ainda que não esteja completo aguardando instrumentação, tem permitido à usina melhorar os níveis de eficiência mesmo com a redução na moagem de 350 tc/h para 315 tc/h. “A gente sabe que é difícil trabalhar com a moagem reduzida porque a usina não ‘roda cheia’”, afirma o gerente industrial.

A entrega do projeto está prevista para junho, com a implementação dos laços fechados de tratamento de caldo e destilação e operação dos demais setores da indústria através dos laços abertos, nos quais o sistema envia recomendações para que os operadores mudem os set-points. “A redução no consumo de vapor é apenas um dos ganhos proporcionados pelo sistema. Toda a equipe da Baldin está vendo os resultados, demos um salto na operação industrial com o S-PAA”, completa Luiz Vieira.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X