fbpx

Bahia caminha para se tornar novo polo do setor sucroenergético do país

11 unidades produtoras devem ser instaladas no estado

A Bahia deve se tornar novo polo do setor sucroenergético do país.

Como a Bahia deve se tornar novo polo do setor?

O estado deve se tornar novo polo porque deverá receber 11 unidades produtoras de açúcar e de etanol.

Qual o motivo da implantação dessas unidades?

O motivo da implantação das unidades é para incrementar a economia da Bahia em um setor que gera empregos, tem forte participação em recolhimento de impostos.

E o que mais?

A implantação de unidades reduzirá a dependência do mercado da Bahia em açúcar e etanol.

Qual é o peso dessa dependência?

O peso dessa dependência é que atualmente a Bahia só produz 11,3% do etanol e 10% do açúcar que consome.

Como serão feitos os investimentos?

Os investimentos serão feitos pela iniciativa privada, mas com incentivos públicos principalmente do governo estadual.

Como serão aplicados esses incentivos?

Esses incentivos deverão ser aplicados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Segundo o jornal A Tarde, de Salvador, o vice-governador da Bahia, João Leão, assume nesta semana o comando do SDE.

E o que João Leão já divulgou?

João Leite já divulgou pela imprensa que a Bahia pretende virar o jogo no setor de açúcar e etanol.

Como virar o jogo?

O estado quer virar o jogo e reduzir a dependência de comprar açúcar e etanol de outros estados.

Investimentos ao longo do São Francisco

Os investimentos na produção de açúcar e etanol, conforme o SDE, serão feitos ao longo do São Francisco, nas cercanias de Barra, Xique-Xique e adjacências.

Onde ficará a primeira das 11 projetadas unidades?

A primeira das 11 projetadas unidades deverá ficar em Muquém do São Francisco, com moagem de 1,7 milhão de toneladas.

Serão todas unidades novas?

Não, nem todas serão novas.

João Leão comentou para o A Tarde que uma aposta é adquirir unidades desativadas.

Quanto custa uma unidade já existente?

Uma unidade já existente, segundo o novo diretor do SDE, custa em média R$ 18 milhões.

E quanto custa uma unidade nova?

Uma unidade nova, conforme ele, sai por R$ 180 milhões.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X