fbpx

Assembleia de credores do Grupo Moreno é suspensa

Confira o motivo e a nova data da reunião

A assembleia de credores da Recuperação Judicial do Grupo Moreno, realizada ontem (11), foi suspensa e será retornada amanhã (13), às 13h. Segundo apurou o JornalCana, o adiamento foi solicitado por alguns credores, que pediram mais tempo para analisar o novo plano de recuperação judicial apresentado pela empresa.

Com dívidas estimadas em R$ 2 bilhões, envolvendo mais de 7 mil credores, o Grupo Moreno está em recuperação judicial desde setembro de 2019. A companhia tem três usinas no interior de São Paulo, emprega mais de 5 mil pessoas e tem influência na economia de 52 municípios.

LEIA MAIS > Grupo Moreno pede recuperação judicial

“Foi solicitado um tempo maior para a adequação de alguns pontos”, comentou o advogado Donaldo Luis Paiola, que representa cerca de 750 fornecedores de cana e parceiros agrícolas (arrendatários de terra), credores do grupo.

Outras assembleias de credores já foram suspensas devido à falta de consenso entre os credores, principalmente em relação ao pagamento da dívida bancária. Essa questão poderá ser resolvida amanhã, durante a reunião, segundo algumas fontes consultadas pelo jornal, que se mostraram otimistas com a aprovação do plano de recuperação.

LEIA MAIS > Plano de recuperação do Grupo Moreno pode ser aprovado amanhã (11)

O processo de recuperação vem sendo administrado pelo escritório de advocacia Felsberg Advogados, de São Paulo (SP). Procurados pelo JornalCana, tanto o escritório quanto a companhia não quiseram se manifestar sobre o assunto.

 

 

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

nove − 8 =

X