JornalCana

Arnaldo Jardim apresenta emendas que beneficiarão setor

Na última semana, o coordenador da Frente Parlamentar pela Energia Limpa e Renovável, deputado estadual Arnaldo Jardim, apresentou três emendas ao orçamento (exercício 2003) para remanejar recursos para a Secretaria de Energia e para a Secretaria da Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Turismo, que deverão beneficiar o setor sucroalcooleiro.

A primeira emenda (nº 3366) pretende assegurar recursos para a continuidade da pesquisa de desenvolvimento de equipamentos e processos de geração de energias alternativas, derivadas de biomassa. A segunda (nº 3367) visa destinar verbas à Secretaria de Ciência e Tecnologia para fomentar o uso do álcool hidratado na mistura à gasolina, em quaisquer proporções, como combustível para veículos leves, com o objetivo de reduzir as oscilações de preços do produto em relação à gasolina e conquistar um maior espaço para o Brasil no mercado internacional.

A terceira emenda (nº 3368) pretende conseguir recursos para a pesquisa da produção de oxigênio e do consumo de CO² (dióxido de carbono) e CO (monóxido de carbono), para verificar o resultado deste balanço na fase vegetativa da cana de açúcar. O balanço positivo, ou seja, a capacidade do setor de seqüestrar carbono (causador do efeito estufa) da atmosfera, está fazendo desta prática uma commoditie para a venda, a partir da implementação do chamado MDL (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo).

Para Arnaldo Jardim, o Brasil precisa explorar os seus diferenciais positivos e um deles é a sua matriz energética limpa e renovável, que conta com a contribuição expressiva do setor sucroalcooleiro, tanto na produção de álcool, como na cogeração de energia a partir do bagaço da cana.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram