fbpx

Após dificuldades financeiras, Usina Coruripe deve ter moagem recorde em 2016/17

A Usina Coruripe, grupo sucroalcooleiro com cinco unidades produtoras nos Estados de Alagoas e Minas Gerais, prevê moer 14,3 milhões de toneladas de cana na safra 2016/17, um volume recorde e 2% maior que o processado em 2015/16.

Uma das maiores usinas da região Norte-Nordeste, a Coruripe estimou produção de 22 milhões de sacas de 50 kg de açúcar e 416 milhões de litros de etanol. Ainda segundo a Coruripe, quase 419 mil MWh de energia elétrica devem ser gerados neste ano apenas para a exportação, em linha com o observado na safra passada.

Se confirmadas, as 14,3 milhões de toneladas previstas representariam a utilização de praticamente 100% da capacidade instalada pela empresa. Em 2015/16, quando processou 14 milhões de toneladas, a companhia obteve faturamento bruto de R$ 1,6 bilhão.

A unidade Coruripe, matriz do grupo no município homônimo em Alagoas, foi a última a iniciar a operação, no dia 3 de setembro. As outras usinas, localizadas em Minas Gerais, nos municípios de Iturama, Limeira do Oeste, Carneirinho e Campo Florido, seguem o regime de safra do Centro-Sul e começaram a moer em março.

Em junho último, para evitar entrar com pedido de recuperação judicial, a Coruripe anunciou uma reestruturação de R$ 1,9 bilhão em dívidas, com alongamento de sete anos para pagamento e 30 meses de carência. Entre os bancos que participaram da renegociação estão Banco do Brasil, Itaú, Bradesco, Rabobank, ABN, Citibank, Votorantim, HSBC, Metlife, ABC e Santander.

Fonte: (Agência Estado)

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
Comentários
Carregando...
X