fbpx
JornalCana

Após ano desafiador BP Bunge prevê safra 22/23 como de recuperação

Segundo o CEO da empresa, Geovane Consul, a expectativa é de uma recuperação de pelo menos 10% no volume de cana

BP Bunge Bioenergia – unidade Frutal

A BP Bunge encerra o ano com uma moagem de 24 milhões de toneladas de cana e planeja recorde de investimento para a próxima safra.

Para o CEO da empresa, Geovane Consul, essa foi uma safra de superação. “Tivemos um ano bem difícil, em que enfrentamos a pandemia, que se estendeu por muito tempo, e o segundo ano de seca consecutiva para o nosso setor, um ano muito desafiador. A equipe toda está de parabéns, pois fomos capazes de entregar um resultado acima do esperado pelos nossos acionistas num ano tão difícil”, afirmou o executivo em entrevista exclusiva ao JornalCana durante a entrega do Prêmio MasterCana Brasil 2021. Consul foi um dos premiados como um dos mais influentes do setor neste ano.

LEIA MAIS > 2021 mostrou mais uma vez a resiliência do setor bioenergético

“A nossa região mais afetada fica em São Paulo, Goiás não foi tanto afetada, Minas foi um pouco, em Mato Grosso do Sul foi normal, mais tivemos a geada, uma das maiores da história. Mas mesmo diante de todas essas dificuldades terminamos bem”, avaliou o CEO da BP Bunge.

Com relação à próxima temporada, Consul informou que a empresa está fazendo um investimento recorde. “Não iremos conseguir retomar aquela safra do Centro Sul do Brasil de 600 milhões, mas esperamos uma recuperação de pelo menos 10% no volume de cana para o ano vem, se esse tempo que agora está mais favorável se preservar.”

Homenageando os fornecedores

Geovane Consul recebeu o troféu MasterCana Brasil 2021

A companhia, com o intuito de dar apoio e estimular a formação de parcerias sólidas, criou o Programa de Fornecedores que, como parte de suas atividades, promove anualmente o Prêmio Melhores Fornecedores. 

Em 2021, em evento realizado recentemente, a empresa avaliou 12 categorias, considerando todas as suas 11 unidades agroindustriais, com 473 fornecedores nas áreas de Serviços e Materiais e 100 colaboradores BP Bunge envolvidos.

O “Melhor Fornecedor do Ano” foi Irmãos Boldrin Logística, que também conquistou o prêmio na categoria “Segurança do Trabalho”. Em “Ciclo de gestão, gestor do contrato e representante da atividade”, os gestores vencedores foram os gerentes André Rocha, da área Agrícola (unidade Moema – SP), e Gabriel Portocarrero, da área Industrial (unidade Frutal – MG); já entre os representantes o prêmio foi entregue a Marcelo Pinheiro e Sérgio Correa, da Agrícola (unidade Santa Juliana – MG), e Gláucia Massuia, da Indústria (unidade Guariroba – SP).

LEIA MAIS > Governo contrata 4,6 GW de potência em leilão de reserva de energia

Na divisão de Materiais os escolhidos foram MaqCampo, categoria “Automotivos Entressafra”; Ubyfol, “Insumos Agrícolas”; Química Real, “Insumos Industriais”; e Durão Rolamentos, “Materiais Industriais”.

A divisão de Serviços reconheceu os parceiros Real Locações, na categoria “Indústria Entressafra”; Combate Aviação, “Agrícola Safra”; Rodes Engenharia, “Transporte de cana safra”; Sapore, “Administrativa safra”; além da GL Transporte, “Industriais”.

Inscreva-se e receba notificações de novas notícias!

você pode gostar também
X
Visit Us On FacebookVisit Us On YoutubeVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram